8º Concurso Internacional Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja – Portugal ganhou sozinho todos os prémios da categoria Frutado Verde Ligeiro

8º Concurso Internacional Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja – Portugal ganhou sozinho todos os prémios da categoria Frutado Verde Ligeiro

No 8º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja, Portugal arrecadou, sozinho, os três primeiros prémios e as três menções honrosas na categoria de Frutado Verde Ligeiro. Com quatro categorias em escrutínio, esta foi a única com todos os prémios para um único país revelando uma tendência da qualidade dos azeites nacionais. Os resultados, conhecidos hoje à hora do almoço, dão conta de 9 prémios para Portugal e 11 para Espanha. A concurso estiveram azeites de 13 nacionalidades.

O Júri do Concurso, constituído por cerca de 40 peritos de 12 países, esteve reunido durante todo o dia de ontem e hoje até à hora do almoço para apreciação das 150 amostras concorrentes. A concurso estiveram azeites das categorias Frutado Maduro, Frutado Verde Ligeiro, Frutado Verde Médio e Frutado Verde Intenso. Espanha ganhou os três primeiros prémios na categoria de Frutado Maduro, enquanto que Portugal obteve duas menções honrosas. Nas categorias de Frutado Verde Médio e Frutado Verde Intenso os prémios dividem-se entre Espanha, Portugal, Itália e França.

Entre o rigor das normas observadas pelo único concurso português de âmbito internacional, destaca-se a autenticação das amostras por uma entidade idónea independente, o uso de recipiente de vidro escuro, sem rótulo e com sistema de abertura inviolável, o uso de um código de identificação anónimo, sendo os azeites ainda acompanhados de uma análise química e de uma análise organoléptica emitida por um painel de provadores reconhecido pelo Conselho Oleícola Internacional (COI).

O 8º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja, com o patrocínio exclusivo do Crédito Agrícola, é, juntamente com o Mario Solinas, do COI, exemplo internacional dos critérios de autenticidade no ranking “World’s Best Olive Oils”. Com base neste reconhecimento, os três primeiros classificados, bem como as três menções honrosas em cada categoria a escrutínio na edição deste ano do Prémio CA Ovibeja beneficiam de 10 pontos extra, comparativamente aos premiados nos restantes concursos internacionais realizados em todo o mundo.

O Concurso Prémio CA Ovibeja é organizado pela ACOS, em colaboração com a Casa do Azeite e conta com o Patrocínio exclusivo do Crédito Agrícola.

 

 

Comente este artigo
Anterior Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 9 a 15 de Abril 2018
Próximo Continente compra 11% de produtos alimentares madeirenses

Artigos relacionados

Comunicados

Syngenta cresce acima do mercado português nos fitofármacos

O mercado nacional de produtos fitofarmacêuticos cresceu 2,6% em 2017, mas a Syngenta superou este resultado, com um crescimento de 10,2%, sustentado pelo bom desempenho dos inseticidas e dos fungicidas. A ambição da empresa é reforçar a sua quota de mercado em Portugal, contando para isso com um pipeline de produtos “revolucionários”. […]

Últimas

José Palha na Fito Entrevista, presidente da direção da ANPOC

[Fonte: Anipla – fitoentrevista]
Esta semana conversamos com o produtor e presidente da direcção da ANPOC, José de Sousa Carvalho Pereira Palha.
Formado em gestão agrícola e vogal da direção da CAP (Confederação dos Agricultores de Portugal), José Palha partilhou a sua perspectiva segundo a qual “é de extrema importância mostrar á sociedade a importância deste sector”, […]

Últimas

Produção de cereais afetada por seca, previsões para tomate e vinha positivas – INE

[Fonte: Correio da Manhã]

A produção de cereais de outono/inverno deverá registar uma “diminuição generalizada”, devido à seca, mas para o tomate as previsões são positivas, como para a vinha, a batata de regadio e os pomares, segundo o INE.
As previsões agrícolas, […]