Nova solução para cultivo em casa

Nova solução para cultivo em casa

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Hortas Urbanas Véritable é uma solução para cultivo em interior de ervas aromáticas (como orégãos, manjericão, coentros, cebolinho ou salsa, entre outras), flores comestíveis (como alface, beterraba ou mizuna), vegetais e mini-legumes. Originária de França, consiste numa base com postes de iluminação, sendo as plantas cultivadas, em soluções de solo «naturais», já com as sementes, «prontas a usar», explica um comunicado da loja on-line portuguesa Cook & Lifestyle, a distribuidora oficial das Hortas Urbanas Véritable em Portugal.

Segundo o comunicado, a solução de solo – designada Lingots – é composta por «sementes orgânicas e biológicas sem OGM [organismos geneticamente modificados] nem pesticidas» e é «100%» compostável e biodegradável. É assinalado que esta solução permite cultivar «de forma fácil, sem esforço e durante todo o ano», sendo também «ecológica e económica, uma vez que reduz o consumo de água e previne a perda de fertilidade dos solos a longo prazo».

Cada base tem capacidade para quatro Lingots (quatro porções de solo de plantas/legumes) em simultâneo. O comunicado afirma que «todos os nutrientes e características dos Lingots são controlados de maneira a garantir colheitas regulares e abundantes».

As hortas «podem ser colocadas em qualquer divisão da casa – na cozinha, na sala ou na varanda, por exemplo –, uma vez que as plantas e legumes cultivados não dependem da exposição à luz solar para germinarem e crescerem», indica o comunicado. Este equipamento «possui um temporizador de luz incorporado, que fornece, de forma automática, a quantidade de “dia” (16 horas) e de “noite” (oito horas) que as plantas cultivadas necessitam para se desenvolverem».

O portefólio inclui 34 plantas diferentes, de ervas aromáticas (como orégãos, manjericão, coentros, cebolinho ou salsa, entre outras) e flores comestíveis (como amor perfeito, flor de curgete ou petúnia) a vegetais (como alface, beterraba ou mizuna) e mini-legumes (como mini-pimento, tomate cherry ou malagueta). Há cinco modelos de Horta Urbana Véritable: Classic Edition (cuja base e postes de iluminação são brancos), Smart Edition (com base branca, azul ou preta, com os postes de iluminação prateados e que mede a quantidade de luz envolvente e ajusta, de forma automática, a intensidade dos LED, distribuindo a quantidade recomendada de luz ao longo do dia) e Smart Cooper (com a base preta e os postes de iluminação dourados).

O preço de cada solução Horta Urbana Véritable começa nos 149 euros e cada horta tem sempre quatro recargas de solo Lingots incluídas. Este produto também está disponível nas lojas El Corte Inglés.

Comente este artigo

O artigo Nova solução para cultivo em casa foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores

Anterior Nova colheita Gáudio Reserva 2015
Próximo Governo investe nove milhões de euros em material para a limpeza das florestas

Artigos relacionados

Nacional

Porque é que a ministra da Administração Interna se deve demitir

[Fonte: Expresso]
Perante a maior tragédia que aconteceu em Portugal devido aos incêndios de Verão, a pergunta que se coloca é se não há suficientes responsabilidades políticas e civis que levem a demissões. E falo concretamente e em primeiro lugar da ministra da Administração Interna, […]

Últimas

Pedrógão Grande : Parceiros sociais e Governo analisam terça-feira trabalhos em curso

Lisboa, 26 jun (Lusa) – As confederações patronais e as centrais sindicais reúnem-se na terça-feira numa reunião plenária da Comissão Permanente de Concertação Social, que analisará os trabalhos em curso relativos aos incêndios em Pedrogão Grande, Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_5 span,#wpdevar_comment_5 iframe{width:100% !important;} […]

Últimas

Primeiro-ministro pede “mobilização nacional” para uma floresta mais segura

[Fonte: Vida Rural]

Foi no último debate quinzenal que o primeiro-ministro António Costa apelou a “uma mobilização nacional” que continue a modificar a atitude e os comportamentos em relação à floresta e aos fogos rurais. Já esta segunda-feira (13 de maio), […]