Ato de Genebra do Acordo de Lisboa relativo às denominações de origem e às indicações geográficas – Regulamento (UE) 2019/1753 do Parlamento Europeu e do Conselho

Ato de Genebra do Acordo de Lisboa relativo às denominações de origem e às indicações geográficas – Regulamento (UE) 2019/1753 do Parlamento Europeu e do Conselho

Com a adesão da União Europeia (UE) ao Ato de Genebra do Acordo de Lisboa relativo às denominações de origem e às indicações geográficas, as indicações geográficas (IG) e denominações de origem (DO) registadas na União passam a poder ser registadas também no registo internacional de IG e DO e a beneficiar da proteção conferida pelo referido Ato.
O Regulamento (UE) 2019/1753 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 23 de outubro de 2019, veio estabelecer o quadro jurídico para a ação da União na sequência da sua adesão ao citado Ato de Genebra.
Enquanto entidade responsável pela administração do Ato de Genebra no território da União, cabe à Comissão Europeia operacionalizar, periodicamente, junto da Secretaria Internacional da Organização Mundial da Propriedade Intelectual, os pedidos de inscrição no registo internacional de IG e DO que lhe sejam apresentados pelos Estados-Membros.
Assim, os Estados-Membros podem, por sua iniciativa ou a pedido de um agrupamento de produtores interessado, solicitar à Comissão a referida inscrição no registo internacional de IG e DO, excluindo-se, no entanto, neste procedimento, as IG e DO já registadas ao abrigo do Acordo de Lisboa.
Cada pedido obriga ao pagamento de uma taxa de registo (atualmente 1000 CHF), a suportar pelos interessados no registo.

Comente este artigo
Anterior Covid-19: “Inaceitável” que proibição de feiras e mercados volte a penalizar agriultura familiar - CNA
Próximo BE questiona Governo sobre eventual construção da nova barragem no rio Ocreza

Artigos relacionados

Dossiers

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 28 Setembro a 4 Outubro 2020

Foi dada por encerrada a campanha na área de mercado Trás-os-Montes. […]

Nacional

Portugal 2020 já resultou em quase 13 mil milhões de euros para Portugal

“Até ao final de setembro de 2020 foram transferidos 12.764 milhões de euros para Portugal pela Comissão Europeia (CE), como resultado da execução das operações financiadas pelos fundos europeus afetos ao Portugal 2020”, […]

Últimas

Florestas.pt: reveja o evento de lançamento

Que floresta temos hoje em Portugal, como evoluiu ao longo do tempo e quais os grandes desafios que se colocam para o futuro? Estes foram […]