Syngenta apresenta inovação e sustentabilidade na cultura do milho em pivot demonstrativo na Agroglobal

Syngenta apresenta inovação e sustentabilidade na cultura do milho em pivot demonstrativo na Agroglobal

Syngenta prepara pivot demonstrativo de milho nos campos da Agroglobal, em Valada do Ribatejo, com tecnologias inovadoras e sustentáveis para a cultura, em parceria com as empresas Alltech, Aquagri e Lagoalva.

Dando resposta a um mercado cada vez mais exigente, onde a rentabilidade do produtor de milho e a sustentabilidade das tecnologias de produção são uma prioridade, a par com a preservação do meio ambiente, a Syngenta instalou um pivot de milho nos campos demonstrativos da Agroglobal, em Valada do Ribatejo. Esta montra tecnológica, realizada em parceria com as empresas Alltech Crop Science, Aquagri e Lagoalva/Horsh, apresenta soluções inovadoras nas áreas das sementes, herbicidas, nutrição e gestão de rega, que contribuem para a Inovação e Sustentabilidade na cultura do milho.

A Syngenta dá a conhecer uma genética renovada nas sementes de milho para silagemSY Gladius, híbrido com tecnologia PowerCell, que garante maior digestibilidade da fibra do milho pelas vacas, com impacto direto no aumento da produção de leite; SY Fuerza, híbrido com tecnologia Artesian, mais tolerante ao stress hídrico, e o novíssimo projeto MaxiMaize (2 variedades), que será lançado no mercado nacional em 2021.

Na área da proteção das culturas, a Syngenta apresenta os resultados da sua estratégia de controlo de infestantes com o consagrado herbicida Lumax. Com uma aplicação de 4L/ha em pré-emergência, obteve um campo limpo de gramíneas, folhas largas e ciperáceas, permitindo uma excelente gestão das resistências das infestantes, graças às 3 substâncias ativas/3 modos de ação do Lumax. Destaque para a seletividade do Lumax na cultura do milho e a sua ampla janela de aplicação (da pré-emergência até às 4 folhas da cultura), com uma dose única ao longo da campanha. Camix foi o outro herbicida Syngenta aplicado neste pivot demonstrativo (3,75 L/ha). Formulado com 2 substâncias ativas, tem ampla janela de aplicação e proporciona uma boa gestão das resistências das infestantes.

A Lagoalva realizou a sementeira das variedades de milho Syngenta no pivot demonstrativo da Agroglobal com o novo semeador Maestro 8 CV da Horsch, que garante regularidade da sementeira e boa precisão de profundidade, com opção de regulação automática da pressão ao solo.

A Aquagri instalou sondas de medição da humidade do solo no pivot demonstrativo de milho. Estes equipamentos fazem a recolha de dados até 60 cm de profundidade do solo, com medições de 10 em 10 cm, ajudando a perceber a dinâmica da água no solo, a cada momento. Estes dados, complementados com outros obtidos por imagens de satélite através da plataforma online FieldClimate, ajudam na tomada decisões de gestão da rega.

O protocolo Alltech Crop Science aplicado no pivot demonstrativo de milho com variedades Syngenta na Agroglobal consistiu em três pilares fundamentais: saúde de solo (Soil-Set Aid e Contribute ibk para bioestimular e bioativar a microbiologia do solo); nutrição das plantas (Sol-Plex Zn Nogal e Sol-Plex Nuphos para aportar à planta zinco e magnésio, essenciais ao desenvolvimento vegetativo) e rendimento da produção (Impro Grain).

Não podendo realizar-se em 2020 a feira AGROGLOBAL, por força das circunstâncias da atual pandemia, a Syngenta prepara igualmente um stand virtual para dar a conhecer as suas soluções e tecnologias de Proteção das Plantas e Sementes e os seus projetos de Agricultura Sustentável e Responsabilidade Ambiental. O stand virtual estará disponível no site da Agroglobal: www.agroglobal.pt

O artigo foi publicado originalmente em Syngenta.

Comente este artigo
Anterior Drones de combate a incêndios. Força Aérea debaixo de fogo do governo
Próximo Roubos na agricultura põem GNR de sobreaviso no Algarve

Artigos relacionados

Dossiers

Incêndios: Autarcas de Oleiros, Castelo Branco e Proença-a-Nova pedem ajuda urgente ao Governo

Os presidentes dos municípios de Oleiros, Proença-a-Nova e Castelo Branco apelaram ao Governo e ao Presidente da República para a tomada de medidas de apoio urgentes na sequência do incêndio […]

Últimas

Viticultores devem apostar em “castas mais resistentes para se adaptarem às alterações climáticas”

O Auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, em Évora, recebeu nos dias 15, 16 e 17 de maio o 11º Simpósio de Viticultura do Alentejo, […]

Nacional

Ainda falta trabalho de preparação da floresta, diz investigador

O especialista em incêndios Domingos Xavier Viegas disse que Portugal aprendeu a lição nos últimos dois anos, mas “infelizmente continua a faltar” […]