Queijo Saloio volta a destacar-se no concurso ‘Queijos de Portugal 2017’ com o maior número de prémios

Queijo Saloio volta a destacar-se no concurso ‘Queijos de Portugal 2017’ com o maior número de prémios

A Queijo Saloio, produtora de queijos a nível nacional com mais de quatro décadas de existência, foi pelo 9º ano consecutivo a empresa mais premiada no concurso “Queijos de Portugal” promovido pela Associação Nacional dos Industriais de Lacticínios (ANIL), tendo obtido, mais uma vez, o maior número de distinções desde a existência do certame.

Com um total de 7 prémios, atribuídos em 6 categorias diferentes, a Saloio viu distinguidos os queijos ‘Palhais Gourmet’, ‘Três Igrejas (2 Meses)’ e ‘Três Igrejas cura prolongada’, vencedores nas categorias queijo de cabra cura normal, queijo de mistura cura normal e queijo de mistura cura prolongada, respetivamente. A marca obteve ainda 4 menções honrosas nas categorias requeijão de cabra com ‘Requeijão de Cabra Saloio’, requeijão de mistura com ‘Requeijão Natural Saloio’, queijo de cabra (cura prolongada) com ‘Palhais Rústico’ e queijo de mistura (cura prolongada) com ‘Sítio da Perdiz’.

Para Vera Mota, Gestora de Marketing da Queijo Saloio, “estes prémios reafirmam a qualidade dos nossos queijos bem como as suas características únicas e diferenciadoras, e comprovam que o esforço permanente de adequação aos gostos e tendências dos consumidores tem um resultado muito positivo”. E acrescenta, “ver a qualidade dos queijos da Saloio reconhecida no maior concurso nacional do sector é motivo de grande orgulho e representa um importante estímulo para continuar com rigor e paixão o trabalho que tem permitido criar queijos com sabores e texturas memoráveis”.

Entre os 193 queijos nacionais concorrentes provenientes de 55 empresas, um painel de 24 provadores que combinou especialistas, técnicos, profissionais da restauração e distribuição e consumidores, selecionou, de forma ‘cega’, objetiva e independente, os produtos da Saloio. Aspetos como a textura, o aroma, o odor ou o seu corte e revestimento exterior foram avaliados por aquele painel que premiou os melhores de entre os melhores em 21 categorias diferentes.

Comente este artigo
Anterior ADPM convida agricultores para instalação de sistemas agroflorestais
Próximo Estudo de tendências dos consumidores portugueses - 14 Novembro 2017 - Lisboa

Artigos relacionados

Últimas
Comunicados

APREN organiza conferência anual sobre Mercados e Renováveis

Portugal Renewable Summit 2018 recebe representantes dos principais partidos com assento parlamentar
Data: 9 de outubro de 2018
Hora: 09h00
Local: Fundação Oriente, […]

Nacional

FSC Friday está de volta com reflexão sobre opções sustentáveis para as embalagens

O Forest Stewardship Council (FSC) está de regresso com mais um FSC Friday, um dia dedicado à reflexão sobre a importância da gestão florestal responsável e ao papel que o FSC desempenha neste âmbito. […]