Portugal2020 tem novo site… com ajuda dos fundos comunitários

Portugal2020 tem novo site… com ajuda dos fundos comunitários

Mais cativante e jovial. Mais pragmático e intuitivo. O Portugal2020 tem um novo site que oferece mais funcionalidades para os utilizadores. O site original estava online desde o início deste quadro comunitário “com os recursos possíveis”, por isso havia necessidade de melhorar os canais e os serviços prestados.

“O site Portugal2020 foi colocado online com os recursos na altura possíveis e que envolveram em grande parte, equipas internas. O objetivo era dar resposta rápida às necessidades de informação dos utilizadores, numa altura em que dávamos início no terreno à operacionalização do Portugal2020″, explica ao ECO fonte oficial da Agência para o Desenvolvimento e Coesão (AD&C). “Ambicionávamos tornar este suporte sempre mais apelativo e a criação de uma ferramenta que facilitasse a procura de informação sobre apoios por parte dos utilizadores e outra que facilitasse a pesquisa de legislação na área dos fundos da União Europeia”, acrescenta a mesma fonte.

O portal, logo na homepage, apresenta frases mais apelativas — “Aposte nas suas ideias”; “Apoiamos o seu investimento” — e um menu mais intuitivo e que procura responder às dúvidas de quem procura informação sobre fundos comunitários. A ideia era criar “uma ferramenta que facilitasse a procura de informação sobre apoios por parte dos utilizadores e outra que facilitasse a pesquisa de legislação na área dos fundos da União Europeia”, explica a mesma fonte.

Mas as mudanças não se cingiram ao portal do Portugal2020. Foi também criado de raiz o site institucional da AD&C, que ainda era provisório, uma intranet, o microsite POAT2020 (o Programa Operacional de Assistência Técnica que não tinha site) e ainda o backoffice para administração de todos estes sites. O projeto como um todo custou 74,95 mil euros (mais IVA) e contou com um apoio de 82% dos próprios fundos comunitários destinados à assistência técnica do Portugal2020.

O artigo foi publicado originalmente em ECO - fundos comunitários.

Comente este artigo
Anterior International Cannabis Toolkit Workshop 2019? É em Lisboa
Próximo Fenareg aponta investimento de 1700 M€ para modernização do regadio nacional

Artigos relacionados

Últimas

Governo da Madeira quer adaptar região às alterações climáticas

Durante o debate na especialidade da proposta de Orçamento e Plano de Investimentos para 2020, a decorrer na Assembleia Legislativa da Madeira até […]

Últimas

Grow to Green. A empresa portuguesa que quer tornar a comida mais limpa

Há uma empresa portuguesa que está a produzir vegetais dentro de câmaras verticais para garantir que os alimentos não sofrem qualquer contaminação química, […]

Últimas

Transitex transporta pêra Rocha para a feira FHC 2019 na China

No âmbito da participação da Associação Nacional de Produtores de Pêra Rocha (ANP) na 23.ª edição da feira internacional Food & […]