Cultivo de canábis vai criar 750 empregos em Portugal

Cultivo de canábis vai criar 750 empregos em Portugal

Estão já a ser investidos 160 milhões de euros no cultivo de canábis para utilização medicinal. Empregos a criar vão desde a mão-de-obra agrícola até áreas especializadas na química e farmácia.

O cultivo da planta de canábis para fins medicinais, legalizado e regulamentado em janeiro, vai criar 750 postos de trabalho em Portugal — entre mão-de-obra agrícola até áreas qualificadas como a farmácia, biologia e engenharia química. Esta é a perspetiva das quatro empresas que já se estão a instalar neste setor, que partilharam com o Jornal Económico que já estão a ser investidos valores na ordem dos 160 milhões de euros. No mundo, este mercado vale mais de mil vezes esse valor.

A Sabores Púrpura, uma empresa de Coimbra mas que tem duas plantações em Tavira, Algarve, foi a primeira a receber a autorização (renovada anualmente) do Infarmed para participar nesta indústria — ao Jornal Económico, a empresa indicou que vai investir 100 milhões de euros e criar 400 postos de trabalho.

Outra empresa, de Sintra, a RPK Biopharma terá investido 40 milhões na fábrica em Aljustrel e vai criar 150 empregos. A terceira é a Tilray, uma canadiana que investiu 20 milhões numa fábrica em Cantanhede que está iniciar os trabalhos e contratou Jaime Gama, ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, como consultor de produção. Existe, ainda, a Terra Verde, uma empresa que já foi criada em 2014 e opera a partir da região de Setúbal (Ângelo Correia, um histórico do PSD, terá comprado uma participação de 40% nesta empresa).

Subscreva as nossas newsletters aqui.

O artigo foi publicado originalmente em Observador.

Comente este artigo
Anterior MAI muda regras de acesso a guarda florestal após polémica
Próximo Viseu aposta em ecopontos florestais para limpar terrenos

Artigos relacionados

Cotações ES

Los corderos alcanzan su nivel más alto en lo que va de año


Un aumento en las ventas vuelven a provocar subidas los corderos, en un mercado donde la falta de animales en el campo continúa siendo la tónica general. […]

Eventos

Webinar ReinovaSi – Economia Circular e o setor Agroalimentar – 7 e 9 de julho

Vão ser realizados 2 webinars, a 7 e 9 de julho, sobre a Economia Circular e o setor Agroalimentar, onde serão apresentadas as atividades a desenvolver […]