Vitacress exibe os seus produtos na Alimentaria e Horexpo Lisboa 2019

Vitacress exibe os seus produtos na Alimentaria e Horexpo Lisboa 2019

Na Alimentaria e Horexpo Lisboa 2019, a Vitacress está a dar destaque a dois dos seus produtos: as “Super Sopas” e as saladas “Must”, “Da Terra” e “Formosa”. Esta feira, que decorre na FIL, no Parque das Nações, em Lisboa, teve início a 24 de Março e termina hoje, 26 de Março.

“Super Sopas” é uma nova gama de produtos da empresa de capital 100% nacional, que a Vitacress refere ser «prática e intuitiva» e que «acrescenta diferentes texturas e sabores às sopas». Segundo um comunicado da empresa, o destaque dado às “Super Sopas” e às saladas “Must”, “Da Terra” e “Formosa” evidencia «a vertente de inovação, já que acrescentam vegetais diferenciadores e especiais às propostas, como é o caso da folha de mostarda, as acelgas e a salicórnia».

O stand da Vitacress está situado na zona de “Alimentação, Saúde e bem-estar” da Alimentaria e Horexpo Lisboa 2019 e as sugestões da Vitacress foram colocadas em destaque pela organização do certame na secção “Inovação e Tendências Alimentares”. A empresa sublinha ainda que tem estado presente em edições anteriores da Alimentaria.

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas, Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Autarca regista juventude e o rejuvenescimento do setor agrícola
Próximo Associação de regantes alentejana prevê ano de “calamidade” devido à seca

Artigos relacionados

Nacional

Contingente de 78 militares vai reforçar vigilância aos fogos florestais

Um contingente de 78 militares vai integrar o dispositivo de vigilância aos fogos florestais a partir desta quarta-feira e por tempo indeterminado, […]

Notícias meteorologia

Previsão de longo prazo – 17 fev a 15 mar. 2020

Precipitação total com valores abaixo do normal e temperatura média semanal com valores acima do normal […]

Sugeridas

O Mundo Rural, a síndrome do alcatrão e a esquerda caviar – Arlindo Cunha

Podemos aceitar, em nome da liberdade de opinião, essa visão ecológico-museológica do mundo rural e das suas atividades produtivas primárias. O que já não podemos aceitar […]