Tintos com carácter do Douro, Dão e Lisboa

Tintos com carácter do Douro, Dão e Lisboa

Douro, Dão e Lisboa são as regiões de origem dos vinhos Real Companhia Velha Séries Tinto Cão 2016, Dom Vicente Vinhas Velhas Tinto 2017 e CH by Chocapalha Tinto 2017, que chegaram recentemente ao mercado e que se recomendam por terem qualidade e carácter. Cada um deles reflete, com assinalável clareza, as características principais do respetivo terroir. Além da marca comercial, têm marca de origem.

Denominada Séries, a linha experimental de vinhos da Real Companhia Velha vai na segunda edição do Malvasia Preta e do Tinto Cão, ambos da colheita de 2016. Trata-se de castas autóctones “de outros tempos”, como sublinham os responsáveis da empresa, e têm histórias diferentes: a Malvasia Preta, que foi vinificada pela primeira vez em estreme nesta linha da Real Companhia Velha, permanece quase ignorada; a casta Tinto Cão, pelo contrário, tem vindo a ser trabalhada pela nova geração de enólogos e os motivos estão à vista neste Séries, colheita de 2016: tem classe.

Natural do Dão, António Vicente Marques criou a Quinta Dom Vicente em homenagem ao avô Vicente e à sua região de origem, que lhe doía ver martirizada e desertificada por causa dos incêndios e dos eucaliptais. Adquiriu mais de 100 parcelas, juntou 100 hectares, 42 dos quais são vinhas (também preservou a floresta – carvalhos e oliveiras –, pôs ovelhas a pastar e deu colmeias às abelhas, que retribuem com mel). Este Dom Vicente Vinhas Velhas Tinto 2017 remete-nos para os tempos de glória do antigo Dão.

Na Quinta de Chocapalha começou, em 2008, a produção do monocasta Touriga-Nacional, sob a marca CH by Chocapalha Tinto, em homenagem à matriarca da família, Alice Tavares da Silva. O vinho logo se revelou sedutor, tanto no aroma como no corpo elegante e no final guloso que a colheita do CH by Quinta de Chocapalha Tinto 2017 vem confirmar. Eis, pois, três vinhos para a garrafeira.

Real Companhia Velha Séries Tinto Cão 2016
Feito com uvas da casta Tinto Cão à maneira tradicional com pisa a pé em lagares de pedra e estágio de 18 meses em barricas de carvalho-francês. Cor rubi, aroma complexo com notas de frutos vermelhos, paladar intenso, com taninos vivos e boa fruta, final muito longo e sugestivo. €17

Dom Vicente Vinhas Velhas Tinto 2017
Elaborado com uvas de um lote com várias castas de vinhas velhas, fermentou em inox e estagiou 12 meses em barricas usadas. Tem cor rubi profunda, aroma a frutos vermelhos com um toque floral e notas balsâmicas e de especiarias, paladar volumoso com notável acidez, final elegante e longo. €25

CH by Quinta de Chocapalha Tinto 2017
Cem por cento Touriga-Nacional de uma vinha com 32 anos. Cor rubi profunda com tons de violeta, aroma concentrado e fresco a frutos vermelhos com notas florais, paladar cheio com taninos maduros e finos, final longo e complexo, muito expressivo. €31

O artigo foi publicado originalmente em Visão.

Comente este artigo
Anterior Previsão semanal do tempo 08 – 14 Março
Próximo Covilhã com projeto para alargar Regadio da Cova da Beira

Artigos relacionados

Nacional

Nove milhões de euros para seis cientistas portugueses

Seis cientistas portugueses receberam nove milhões de euros em financiamento europeu para realizar projetos. Entre os beneficiados estão dois cientistas a atuar em Portugal, […]

Últimas

“Exportação é uma prioridade nacional” – Eduardo Diniz

[Fonte: aicep] Eduardo Diniz, acredita que ainda há espaço para crescerAgroalimentar – Setor sofreu transformação de “grande relevância” […]

Últimas

Apesar da covid-19, preços dos alimentos a nível mundial caíram em março

Com os preços do petróleo em queda, a paragem de muitas economias à escala global e a retração da procura induzida pelas medidas de contenção […]