Produtores de milho inauguram Centro de Formação em Coruche

Produtores de milho inauguram Centro de Formação em Coruche

[Fonte: Agricultura e Mar]

O ministro da Agricultura presidiu à cerimónia de inauguração do Centro de Formação e Demonstração para produtores de milho, a 10 de Julho, na Estação Experimental António Teixeira, em Coruche, e congratulou a ANPROMIS — Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo pelo 30º aniversário.

Cerca de 200 pessoas participaram no Dia de Campo InovMilho, na Estação Experimental António Teixeira, em Coruche, onde foi inaugurado um Centro de Formação e Demonstração para produtores e técnicos da cultura do milho e apresentada uma proposta de Agenda de Investigação e Inovação para as culturas do milho e sorgo.

O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, afirmou que “o Centro de Formação hoje aqui inaugurado é uma prova inequívoca da vitalidade da ANPROMIS e da forma como olha o futuro, dirigida para a produção e difusão do conhecimento, sem os quais não é possível existir prosperidade no sector, ou seja, rendimento para os agricultores”.

Uma verdadeira instituição da lavoura

Capoulas congratulou a ANPROMIS pelo seu 30º aniversário, considerando que a associação “é hoje uma verdadeira instituição da lavoura que o Ministério reconhece e a quem deseja a continuação de sucesso e longa vida”.

O ministro da Agricultura revelou, durante a cerimónia, que dentro em breve seria publicada a Resolução do Conselho de Ministros que vincula o Governo à execução da Estratégia Nacional para a Promoção da Produção Nacional de Cereais. Uma das primeiras medidas a concretizar será a redução dos custos da energia para os agricultores: “estou optimista quanto à cooperação com o Ministério da Economia nesta matéria”, afirmou Luís Capoulas Santos.

Estratégia Nacional para a Promoção da Produção Nacional de Cereais

Recorde-se que a Estratégia integra um conjunto de 20 medidas prioritárias e acções concretas para os próximos 5 anos, com vista a que em 2022 Portugal consiga um grau de auto-aprovisionamento em cereais de cerca de 38%, que no caso da cultura do milho corresponderá a 50%.

A proposta de Agenda de Investigação e Inovação para as culturas do milho e sorgo, apresentada pelo INIAV-Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, está agora em fase de análise pelas 34 entidades parceiras do InovMilho – Centro Nacional de Competências das Culturas do Milho e Sorgo, e durante o próximo mês de Setembro, será divulgado um plano de acção da Agenda para o período 2018-2025.

Visita aos ensaios de variedades de milho

O Dia de Campo InovMilho incluiu uma visita aos ensaios de variedades de milho, instalados na Estação Experimental António Teixeira, onde algumas das principais empresas do mercado testam as suas sementes, fertilizantes e herbicidas desde 2014.

Entre as tecnologias em mostra destaca-se o sistema de rega gota-a-gota com tubo enterrado, visando a poupança de água e energia, e um novo equipamento de sementeira directa, com um sistema inovador de discos duplos, aplicável a semeadores monogrão. Este equipamento, desenvolvido pela Universidade de Évora, está a ser testado para diferentes tipos de solo e quantidades de restolho.

José Luís Lopes, presidente da ANPROMIS, disse a propósito do 30º aniversário da associação que a actual direcção “se regozija com a história de três décadas da ANPROMIS na defesa activa dos interesses dos produtores nacionais de milho e sorgo e assume o futuro com um sentimento de dever e responsabilidade, perante os 67.000 agricultores que a nossa associação representa”.

Aquele responsável acrescentou ainda que “nesta ocasião, gostava de deixar uma palavra de reconhecido apreço pelo trabalho desenvolvido pelos meus antecessores no cargo de Presidente da ANPROMIS. Ao nosso fundador, Eng. José Luís Tello Rasquilha, um visionário e pioneiro do associativismo agrícola, ao qual o sector tanto deve. Ao seu sucessor, Eng. Luís Vasconcellos e Souza, um acérrimo defensor dos interesses dos produtores nacionais de milho em Portugal e no estrangeiro, que incutiu a esta nossa organização e à fileira do milho uma forte dinâmica, estando na génese de um novo modelo de associativismo agrícola mais moderno e dinâmico”.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

Receba este artigo na Newsletter do Agroportal

Aceito a Política de Proteção de Dados e dou o respetivo Consentimento para a recolha e tratamento de dados pessoais.

O artigo Produtores de milho inauguram Centro de Formação em Coruche foi publicado originalmente em Agricultura e Mar

Anterior Nacionalización de la PAC: Proponen crear un Fondo de Garantía Estatal si hay recortes
Próximo Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais está aprovada

Artigos relacionados

Últimas

Jovens levam esperança às vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande

[Fonte: Rádio Renascença]

A 7.ª edição do DominisMissio, um campo de trabalho missionário destinado a jovens entre os 15 e os 26 anos, vai decorrer de 28 de Agosto até 5 de Setembro, em Pedrógão Grande.
A iniciativa é da Pastoral Juvenil das Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena que junta jovens que desejam dedicar uns dias das suas férias de Verão para estar com algumas das vítimas dos incêndios florestais, […]

Nacional

Paris recebeu jantar vínico com Vinho Madeira

[Fonte: Agricultura e Mar]
O Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira marcou recentemente presença em Paris com a organização de um jantar vínico. Com o intuito maximizar a presença do Vinho Madeira no mercado francês e de reforçar a grande versatilidade e potencialidade do Vinho Madeira para harmonizar com a gastronomia, […]

Últimas

Onze meios aéreos combatem fogo em Quiaios


Fotografia: João Panhó.

Mais de duas centenas de operacionais, apoiados por 11 meios aéreos, combatem um incêndio que deflagrou pelas 15h15, num povoamento florestal em Quiaios, no concelho da Figueira da Foz, distrito de Coimbra.
De acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), […]