Produção de pêra Rocha com redução de 30% a 40%

Produção de pêra Rocha com redução de 30% a 40%

A colheita de pêra Rocha em 2020 deverá registar uma redução de entre 30% a 40% em volume face à campanha anterior, com uma estimativa de cerca de 130.000 toneladas a colher pelos associados da Associação Nacional dos Produtores de Pêra Rocha (ANP). A fruta regista, em média, melhor Brix, melhores calibres e um pouco mais de carepa.

Estes dados foram divulgados ontem, 17 de Agosto, no Cadaval, por ocasião da abertura oficial da campanha de pêra Rocha, uma iniciativa promovida pela Associação Nacional dos Produtores de Pêra Rocha (ANP) que contou com a presença da ministra da Agricultura. Maria do Céu Antunes acompanhou a colheita em curso no pomar da organização de produtores Granfer, onde se inteirou das medidas aplicadas e das condições existentes no contexto da pandemia da covid-19, visando minimizar o risco de contágio. Na ocasião, os representantes do sector falaram das condições da fruta na actual campanha, dos custos acrescidos devido à pandemia e de outras situações e constrangimentos, como a abordagem aos mercados externos, a electricidade verde e a disponibilidade de água, entre outros assuntos.

IMG_2595h

Em seguida, a ministra visitou a central da organização de produtores Coopval – Cooperativa Agrícola dos Fruticultores do Cadaval, onde verificou o percurso efectuado pela fruta. Depois, teve lugar uma reunião com representantes do sector da pêra Rocha, autarcas, o presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal e o director geral da Direcção Geral de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo, para debater as preocupações, os objectivos, as necessidades e as ideias do sector.

IMG_2699c

No fim da reunião, Maria do Céu Antunes salientou a importância da organização dos produtores, que cerca de 70% da produção nacional de pêra Rocha é exportada, o facto de o sector agroalimentar ter aumentado as exportações no primeiro semestre do ano em comparação com o mesmo período de 2019 – «no caso da pêra Rocha, as exportações aumentaram em valor e volume» – e de se continuar a trabalhar para abrir novos mercados à exportação – como o da China para a pêra Rocha. A ministra realçou ainda a antecipação do pagamento, aos agricultores, de ajudas de três das medidas incluídas no Pagamento Único (PU 2020), no valor de 112 milhões de euros.

IMG_2720e

Domingos Santos, presidente da ANP, explicou que se procurou proporcionar à ministra «uma visão do que é a nossa realidade» e que a detentora da pasta da agricultura terá ficado «imbuída de um espírito de colaboração com o sector». Sobre a campanha, afirmou que esta está a ser encarada pelo sector com «preocupação» – devido ao ambiente de incerteza causado pela pandemia – e com «alguma confiança» – porque «as peras têm qualidade» e a redução de volume representa «um desafogo em termos da necessidade de vender».

IMG-20200817-WA0001a

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas, Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Certificação Florestal regional PEFC do Alentejo é uma realidade
Próximo Laranja do Algarve pode estar ameaçada a curto prazo - produtores

Artigos relacionados

Internacional

Pesticides in food: latest figures published

The latest report on pesticide residues in food in the European Union is now available, giving a snapshot of residue levels found in a basket of products widely consumed in the territory. […]

Ofertas

Oferta de emprego – Técnico – Engenheiro Zootécnico – Lourinhã

Exploração de suínos na zona da Lourinhã procura colaborador (M/F) para a função de Engenheiro Zootécnico. Perfil: Com ou sem experiência na aérea, sentido de responsabilidade e boa capacidade de trabalhar em equipa […]

Dossiers

Agricultores e Cooperativas sofrem grandes prejuízos com a passagem do furação Leslie e aguardam apoios ajustados à gravidade da situação

O grave fenómeno meteorológico que se abateu sobre parte do território nacional no passado sábado, causou enormes prejuízos aos agricultores e às suas organizações, […]