Certificação Florestal regional PEFC do Alentejo é uma realidade

Certificação Florestal regional PEFC do Alentejo é uma realidade

A ACFALT – Associação para a Certificação Florestal do Alentejo e Lezíria do Tejo, recebeu a 13 de agosto de 2020 o certificado regional PEFC de Certificação de Gestão Florestal Sustentável, para a região (NUT 2) do Alentejo, abrangendo um total de 3 160 490,1 hectares de áreas florestais e agro-florestais, compostas por um mosaico diversificado de espécies que incluem o sobreiro, a azinheira, o pinheiro manso, o eucalipto e o pinheiro bravo, entre outras.

Numa era em que a certificação da gestão é cada vez mais valorizada, a certificação florestal PEFC do Alentejo, representa uma oportunidade alternativa para os produtores florestais colocarem no mercado produtos com a garantia de origem certificada.

O sistema implementado pela ACFALT permite aos seus aderentes a comercialização dos principais produtos florestais da região como produtos certificados, aumentando a disponibilidade de matérias-primas certificadas, elevando os padrões de gestão e valorizando melhor os produtos no mercado. Esta realidade potencia o desenvolvimento económico local, uma maior sustentabilidade social do território e a captação das mais-valias ambientais da região.

A ACFALT Associação para a Certificação Florestal do Alentejo e Lezíria do Tejo representa os interesses dos produtores florestais da Região do Alentejo, ao nível da certificação da Gestão Florestal, tendo implementado um sistema que cumpre com a norma portuguesa para Sistemas de gestão florestal sustentável. Abrange toda a área da NUT II – Alentejo, composta pelas regiões do Alentejo Central, Baixo Alentejo, Alentejo Litoral, Alto Alentejo e Lezíria do Tejo.

Conta atualmente com 15 sócios entre associações de âmbito local, regional e nacional, e organizações com fins lucrativos, representando várias fileiras do setor agro-florestal.

Comente este artigo
Anterior Publicada em DR nova organização e regime jurídico do setor vitivinícola
Próximo Produção de pêra Rocha com redução de 30% a 40%

Artigos relacionados

Nacional

OE2020: CAP defende “medidas mais arrojadas” para atração de investimento

O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) reclamou hoje ao Governo “medidas mais arrojadas” para atração de investimento […]

Nacional

Compras no supermercado: menos frequência, mais volume

De acordo com dados apurados pela Kantar para a Centromarca – Associação Portuguesa de Empresas de Produtos de Marca, o padrão de consumo em Portugal está […]

Últimas

EDIA apoia e junta-se a movimentos solidários no combate à COVID-19

A pandemia de COVID-19 que assolou o mundo, e por consequência o nosso País e a região onde a EDIA exerce a sua atividade, o Alentejo, veio trazer ao […]