Oliveira do Hospital oferece 250.000 árvores autóctones

Oliveira do Hospital oferece 250.000 árvores autóctones

[Fonte: Vida Rural]

A autarquia de Oliveira do Hospital vai oferecer 250.000 árvores, de espécies autóctones, para incentivar proprietários florestais a arrancarem os eucaliptos que nasceram espontaneamente em consequência do incêndio de 15 de outubro de 2017, que consumiu 97% da área florestal do concelho.

Em comunicado de imprensa o município refere que “para terem acesso às árvores e arbustos autóctones como castanheiros, sobreiros, medronheiros, carvalhos e pinheiros-mansos, por exemplo, os proprietários florestais podem apresentar a candidatura até 31 de janeiro do corrente ano, numa primeira fase, ou então entre 1 e 30 de setembro. Após aprovação das candidaturas, a plantação das árvores terá que ocorrer até 30 de março ou 31 de dezembro de 2019, tendo em conta a época de plantação a que o proprietário se candidate”.

O Gabinete Técnico Florestal do Município (GTF) de Oliveira do Hospital será a entidade responsável pelo aconselhamento técnico e ações de formação aos candidatos, de forma a garantir a correta plantação das árvores.

Durante o primeiro ano de vigência do projeto, cada proprietário pode candidatar-se a um limite máximo de 500 árvores, ficando obrigado, sob compromisso de honra, a assegurar a necessária manutenção.

As candidaturas ao “Projeto Reflorestar” podem ser submetidas via online, através da página oficial de internet do Município de Oliveira do Hospital, ou entregues em suporte físico no GTF.

Comente este artigo

O artigo Oliveira do Hospital oferece 250.000 árvores autóctones foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior Tribunal francês proíbe comercialização de herbicida à base de glifosato
Próximo Empilhadores Linde Roadster com propulsão a pilha de combustível

Artigos relacionados

Últimas

Autarca de Celorico de Basto quer embargar três barragens do Tâmega

[Fonte: Público]

Uma das zonas de Celorico de Basto que seria afectada caso avançasse a construção da barragem do Fridão

O presidente da Câmara de Celorico de Basto afirmou esta terça-feira que, perante o cancelamento da barragem de Fridão, “tudo fará” para “embargar” as três barragens a montante e evitar um “drama colossal” no rio Tâmega e no concelho. […]

Últimas

Moniliose na cerejeira. Atenção à chuva no final da floração

[Fonte: Voz do Campo]

As cerejeiras estão em plena floração, verificando-se já o início da queda das pétalas.
Esta fase do desenvolvimento da cerejeira é de grande sensibilidade à Monilia. O risco, de momento, não é elevado, mas existe.
À medida que a floração for terminando, […]

Nacional

Os interfaces entre a tecnologia e o território: uma segunda ruralidade?

Os incêndios de há um mês na região Centro chamaram, mais uma vez, a nossa atenção para a dura realidade do nosso “grande país do interior”. São bem conhecidos os nossos pecados capitais em matéria de coesão do território. Trinta anos depois da adesão de Portugal às Comunidades Europeias, […]