Portugal reforça fundos da PAC após negociação do Conselho Europeu

Portugal reforça fundos da PAC após negociação do Conselho Europeu

Após uma longa negociação, o Conselho Europeu alcançou um acordo que estabelece o orçamento da UE para o período 2021-2027 e, com ele, a distribuição de Fundos para a Política Agrícola Comum (PAC). Os recursos financeiros destinados à agricultura e ao desenvolvimento rural provêm do Quadro Financeiro Plurianual e do Instrumento de Recuperação (Next Generation EU).

Com o envelope acordado para a PAC, o Ministério da Agricultura considera estarem asseguradas as condições necessárias para que o setor possa superar os desafios que se lhe colocam, garantindo a sua modernização e o apoio a uma transição justa na construção de mais sustentabilidade nos próximos 7 anos.

Como resultado desta negociação, Portugal conseguiu, para a PAC, não só atingir, como ultrapassar o seu objetivo negocial de garantir o orçamento do período atual, através do reforço do envelope financeiro, para o período 2021-2027, de 446 milhões de euros, comparativamente ao período de 2014-2020.

Assim, estarão disponíveis, a partir de 2021, 9.782 milhões de euros de fundos comunitários distribuídos no I pilar da PAC (Pagamentos Diretos e Medidas de mercado), com 5.509 milhões de euros, e no II pilar da PAC (o Desenvolvimento Rural), com 4.274 milhões de euros. Este montante global da PAC representa um acréscimo de 5%, a preços correntes, entre períodos de programação.

É ainda de destacar que o processo negocial permitiu inverter um corte inicialmente previsto na proposta da Comissão Europeia, em junho de 2018, que se cifrava em -15% no Desenvolvimento Rural, e um reforço de 2 pontos percentuais no caso dos Pagamentos Diretos.

Comente este artigo
Anterior Live-stream: PINUS WebCast “As Tabelas de Produção como ferramenta de apoio à gestão do pinhal-bravo”
Próximo PCP considera que acordo do Conselho Europeu “não é positivo” para Portugal

Artigos relacionados

Nacional

Especialista em incêndios diz que “infelizmente continua a faltar trabalho de preparação da floresta”

O especialista em incêndios Domingos Xavier Viegas disse este domingo que Portugal aprendeu a lição nos últimos dois anos, mas “infelizmente continua a faltar” […]

Últimas

Manual de Boas Práticas de Fruticultura sobre citrinos

A revista Frutas, Legumes e Flores, em parceria com o INIAV e o (Estação Nacional de Fruticultura Vieira Natividade) e o COTR publicaram o […]

Comunicados

€70 million to further support European fruit producers

The measures were first introduced by the Commission in the wake of the Russian import ban in August 2014. The extended scheme is worth up to €70 million to EU fruit producers, […]