Ministério da Agricultura avalia estragos provocados pelo temporal de 31 de maio e estuda medidas de apoio aos produtores

Ministério da Agricultura avalia estragos provocados pelo temporal de 31 de maio e estuda medidas de apoio aos produtores

O Ministério da Agricultura está a avaliar no terreno os efeitos provocados pelo temporal de domingo, dia 31 de maio, que afetaram sobretudo a região Norte e a região Centro, o que vai permitir identificar os prejuízos e as culturas afetadas.

Simultaneamente, estão a ser estudadas medidas que visam minimizar os prejuízos que vierem a ser quantificados e traçar soluções, como a criação de uma linha de crédito bonificado para apoiar os produtores que sofreram uma forte quebra na produção provocada pelas condições meteorológicas adversas.

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, admite a possibilidade de utilizar a medida 6.2.1 do PDR2020 de Prevenção de Calamidades e Catástrofes Naturais, que permite apoiar investimentos destinados a reduzir ou prevenir o impacto de catástrofes naturais, fenómenos climáticos adversos ou acontecimentos catastróficos. Esta medida poderá permitir aos produtores das regiões, que são afetadas sistematicamente, instalar equipamentos de prevenção, nomeadamente redes antigranizo e, assim, evitar ou minimizar situações futuras.

Maria do Céu Albuquerque lembra ainda que está agendada, para 16 de junho, uma reunião ordinária da Comissão de Acompanhamento do Sistema dos Seguros Agrícolas, no âmbito da qual está previsto analisar este tipo de situações, e encontrar formas para que um maior número de produtores adira aos seguros agrícolas.

Comente este artigo
Anterior Abertura de Covas no Milho Custos e Emissões
Próximo Belmonte declara estado de calamidade municipal por causa da trovoada de domingo

Artigos relacionados

Comunicados

For a new deal in the EU food chain

Posted on 08/11/201608/11/2016

As soon as the European Commission announced the launching of the Agricultural Markets Task Force, […]

Últimas

Eleições: André Silva diz que é preciso coragem para “deseucaliptar” Portugal

Em Monchique, concelho onde ainda é possível ver as marcas do grande incêndio de 2017 que consumiu 27 mil hectares de floresta, […]

Sugeridas

Oferta de Emprego – Responsável de Produção (M/F) – TIAGO CABAÇO WINERY – Alentejo

Tiago Cabaço Winery pretende recrutar para a sua/ adega (Estremoz -Alentejo) um responsável de produção(m/f).