Rui Manuel Ferreira / Global Imagens Chuva intensa e granizo destruíram produção agrícola em Tarouca

Chuva intensa e granizo destruíram produção agrícola em Tarouca

Uma forte trovoada com queda de granizo e chuva intensa destruiu “toda a produção agrícola” em Tarouca, Viseu.

“É desolador ver o trabalho de todos os nossos agricultores resumir-se a nada. Perderam toda a produção agrícola”, lamenta o responsável da Proteção Civil de Tarouca, José Damião. Desde produção de hortícolas, maçã, sabugueiro, cerejas e vinhas “está tudo completamente destruído “, garante.

O fenómeno “atípico” aconteceu este domingo durante a tarde. Caiu granizo durante uma hora seguida. “No concelho todo não temos uma freguesia que possamos dizer que não foi afetada” sustenta José Damião.

Para além do prejuízo agrícola, cerca de uma dezena de famílias viu as suas casas inundadas e ainda há que fazer contas ao resto de prejuízo.

De acordo com José Damião, o primeiro passo é o contacto com o Ministério da Agricultura “no sentido de perceber até que ponto podemos pedir algum tipo de decreto de calamidade para ver se os agricultores são ressarcidos, pelo menos em parte, por todo esforço que tiveram este ano”, defende.

Fortes chuvas e intensas quedas de granizo afetaram vários pontos do Centro do país.

Continue a ler este artigo no Jornal de Notícias.

Comente este artigo
Anterior Tempestade “arruinou todo o ano agrícola” da Cova da Beira
Próximo Dia Mundial da Criança - Dia Mundial do Leite

Artigos relacionados

Últimas

CAPOLIB atribuiu subsídios aos criadores de pequenos ruminantes

A Cooperativa Agrícola de Boticas (CAPOLIB) procedeu à entrega das compensações financeiras aos criadores de pequenos ruminantes (caprinos e ovinos) do Concelho. […]

Sugeridas

Retaliação da UE aos EUA agrava preocupações da IACA

No quadro da disputa comercial  Airbus/Boeing que envolve os EUA e a União Europeia, foi publicado esta semana o Regulamento de Execução (UE) 2020/1646 da Comissão, de 07 de […]

Últimas

Abertura de candidaturas ao reconhecimento de entidades para a execução de tarefas do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, I.P. (IFAP)

Encontra-se aberto o processo de candidatura ao reconhecimento de entidades de natureza privada e cooperativa, para efeitos de delegação de tarefas inerentes […]