Viticultura – VISCA

Viticultura – VISCA

VISCA – Vineyards Integrated Smart Climate Application

Início: 05/2017 Fim: 05/2020 Orçamento: 3,2 M €

VISCA pretende ser uma ferramenta que disponibiliza no mesmo interface um Serviço Climático (SC) e um Sistema de Suporte à Decisão (Decision Suport System – DSS) que integra informações meteorológicas e climáticas e especificações agrícolas dos end-users para implementar estratégias de adaptação às alterações climáticas na vinha e suportar a tomada de decisão de médio e longo prazo.

Parceiros:

– PME: METEOSIM (Espanha)

– Centro de I&D: Barcelona Supercomputing Center – BSC (Espanha)

– EEIG: SEMIDE (França)

– PME: Alpha Consult (Reino Unido)

– Centro de I&D: Instituto Superior Mario Boella – ISMB (Itália)

– Universidade: Universidade do Porto – Faculdade de Ciências (Portugal)

– Empresa Vitícola (End-user): Symington Family Estates, Vinhos, S.A. (Portugal)

– Centro de I&D: Research and Technology Food & Agriculture – IRTA (Espanha)

– Empresa Vitícola (End-user): Codorníu, S.A. (Espanha)

– Universidade: Universidade de Nápoles – Departamento de Agronomia (Itália)

– Empresa Vitícola (End-user): Mastroberardino (Itália)

Objetivos:

O principal objetivo deste projeto é tornar o setor vinícola europeu resiliente às alterações climáticas, criando um serviço que disponibilize ao agricultor, numa só ferramenta, informações importantes que ajudem a tomar decisões, tais como:

– Previsões de eventos climáticos extremos

– Previsões meteorológicas sazonais

– Projeções climáticas

– Indicação da data prevista para os principais estados fenológicos

– Informações úteis para a otimização das relações hídricas na vinha

Resultados:

Para validar as estratégias sugeridas pelo DSS VISCA estão a decorrer ensaios nos demosites, vinhas comerciais pertencentes a três produtores de vinho: Symington Family Estates (Portugal), Codorníu (Espanha) e Mastroberardino (Itália). Os modelos produzidos no âmbito deste projeto bem como as previsões climáticas estão a ser validadas com base nas informações de clima e fenologia cedidas por estas três empresas. Por outro lado, a aplicabilidade de duas técnicas agronómicas propostas pelo VISCA estão a ser estudadas: o Crop Forcing, a ser testado em Portugal e Espanha, e o Severe Trimming, em Itália. O primeiro ano de ensaios está a decorrer e até ao momento as videiras mostraram uma resposta positiva face às técnicas aplicadas.

→Consulte mais informações no site do projeto VISCA←

Comente este artigo
Anterior Hortofruticultura - Polimax
Próximo Crédito Agrícola e DST Solar celebram protocolo

Artigos relacionados

Dossiers

Cereais – Smartcrop

O projeto Smartcrop visa implementar um processo de produção “Smart” assente na recolha, compilação, tratamento e análise de dados.

Projetos em curso

Apicultura – ApisRAM

FCTUC: EFSA e cientistas desenvolvem modelo para proteção das abelhas melíferas a nível europeu

Projetos em curso

Hortofruticultura – ProFruta

O Projeto ProFruta visa desenvolver formulações de extratos de própolis ou dos seus componentes individuais, com ação antimicrobiana adequada à proteção de diversos frutos.