TOP 3 – Atelier de Floresta

TOP 3 – Atelier de Floresta

Conheça o TOP3 dos projectos elegidos pelos participantes no Atelier de Inovação Floresta, no dia 27 de Junho: 

→Regepine

→Resimprove← 

Consulte mais informação sobre o atelier da floresta aqui.

Sobre os Ateliers de Inovação e o Prémio Empreendedorismo e Inovação do CA: 

Os Ateliers de Inovação são workshops gratuitos para apoiar projectos de inovação do sector agrícola, agroalimentar e florestal, a colocar no mercado produtos e serviços de sucesso. Orientados para fileiras estratégicas nacionais (Cereais, Floresta, Hortofruticultura e Produção Animal), estes workshops estão associados à 4ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação do Crédito Agrícola.

Os 12 melhores projetos – 3 por Atelier – serão automaticamente considerados na categoria Inovação em Colaboração. Esta categoria é exclusiva para projetos participantes dos Ateliers e conta com um prémio no valor de  5 mil euros.

O próximo atelier será dedicado à fileira dos cereais e terá lugar em Salvaterra de Magos a 13 de Julho. Por último, será a produção animal a fechar o ciclo de ateliers no dia 18 de julho com o local a definir. Candidate-se e apresente o seu projeto de inovação aqui.

Além da categoria “Inovação em Colaboração”,existem mais quatro categorias  destinadas a entidades: Cereais, Floresta, Hortofruticultura, Produção Animal.

Será ainda atribuído um prémio de reconhecimento especial a uma entidade (empresário individual, Sociedade, Associação, Fundação, Organização não-governamental, Entidade do Sistema Científico e Tecnológico Nacional, organismo da Administração pública) ou ao projecto submetido por Associado(s) do Crédito Agrícola que se destaque dos demais.

A análise dos projectos terá como base três critérios: grau de inovação, potencial de mercado e a sustentabilidade.

No total resultam 6 prémios no valor de 5 mil euros.

As candidaturas ao “Prémio Empreendedorismo e Inovação” terminam a 24 de Julho. Toda a informação sobre o Prémio está disponível em www.premioinovacao.pt

 

Comente este artigo
Anterior Incêndios: Autarca de Arganil rejeita “medidas em cima da tragédia” e pede reflexão
Próximo António Serrano: “É preciso um choque de gestão no território florestal”

Artigos relacionados

Nacional

Alto Minho perde um meio aéreo no dispositivo de combate a incêndios 

A Comissão Distrital de Proteção Civil de Viana do Castelo manifestou esta quinta-feira a sua preocupação face à perda de um meio aéreo no […]

Últimas

THE COVID-19 CRISIS AND EU AGRICULTURE: WHAT WE NEED AND WHAT WE DON’T NEED

In all major crisis there is a moment of denial, a moment of blame and a moment of reckoning. We are experiencing a major and unprecedented crisis, […]

Últimas

Fogo em Oleiros tinha potencial de atingir mais de 20 mil hectares

O incêndio que deflagrou no sábado em Oleiros e que se estendeu à Sertã e a Proença-a-Nova tinha um potencial para poder atingir “mais de 20 mil […]