Investigadores do InPP semeiam trigo para testar resposta à ferrugem amarela

Investigadores do InPP semeiam trigo para testar resposta à ferrugem amarela

O Departamento de Proteção de Culturas Específicas do InnovPlantProtect iniciou esta manhã o trabalho de campo, com a sementeira de 350 linhas de trigo para pão. O objetivo deste ensaio é testar a resposta do trigo à ferrugem amarela, uma doença que ameaça o futuro e a estabilidade das culturas cerealíferas portuguesas.

Esta é uma luta contra um agente patogénico biologicamente dinâmico, que, se não for travada atempadamente, pode provocar danos socias e económicos avultados.

Por se encontrar numa zona de alto risco às alterações climáticas, Portugal e toda a bacia mediterrânica sofrem já dos impactos de pragas e doenças vegetais mais agressivas e mais difíceis de combater. É o caso do fungo que produz a ferrugem amarela do trigo, cuja evolução originou raças adaptadas a temperaturas mais elevadas.

Saiba mais sobre esta doença, o seu ciclo de vida, processo de transmissão, controlo, prevenção e o potencial da inovação científica num trabalho dos investigadores do InPP Paula Rodrigues Oblessuc, Miguel Teixeira, Pedro Rosa e Annalisa Somma publicado na revista Vida Rural.

O artigo foi publicado originalmente em InnovPlantProtect.

Comente este artigo
Anterior Webinar: A agricultura e a poluição do ambiente – Importância dos métodos analíticos na monitorização da contaminação ambiental - Luísa Barreiros (REQUIMTE/FFUP) - 26 de novembro
Próximo Colóquio Nacional do Leite 2020: Produzir e economizar energia na Agricultura - 26 de novembro

Artigos relacionados

Últimas

Novo centro de processamento de banana da Madeira vai custar 9,3 milhões de euros

O projeto de construção deste centro foi hoje oficialmente apresentado pelo secretário regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Humberto Vasconcelos, que afirmou que representa um investimento total de 9,350 milhões de euros, […]

Dossiers

Instituto Europeu das Florestas apresenta plano para “bioeconomia circular de bem-estar”

Documento propõe um modelo económico baseado em energia renovável e soluções com baixos níveis de carbono. A vertente social é também considerada, com os autores a sugerirem uma […]

Dossiers

2019: Ano mais quente na Europa

2019 o segundo ano mais quente no Globo e o mais quente na Europa […]