A natureza sabe cuidar de si própria: uma visão económica

A natureza sabe cuidar de si própria: uma visão económica

Manter “paisagens humanizadas” é gado doméstico ao invés de herbívoros selvagens, arame farpado e campos agrícolas ao invés de uma paisagem livre e dinâmica, é menos espaço para espécies que criam conflitos como o lobo ibérico. Algo dependente da mão humana e subsídios não só não é sustentável no longo prazo, como é uma pior solução para a vida selvagem.

A natureza sabe cuidar de si própria. Durante milhões de anos, a natureza regulou-se e evoluiu sem o ser humano. Com a caça e o começo da agricultura, o ser humano alterou dinâmicas e funções na paisagem, substituiu animais selvagens por domésticos e trocou o mosaico de habitats com zonas de floresta e clareiras por mosaicos agrícolas.

Quando os ecossistemas estão completos, cada animal desempenha uma função, herbívoros controlam a quantidade e estrutura da vegetação, predadores mantêm o equilíbrio das populações de herbívoros e necrófagos previnem o aparecimento de doenças. Processos naturais moldam a paisagem, cheias criam novos caminhos para rios e restauram zonas húmidas, incêndios reiniciam o ciclo florestal e erupções vulcânicas criam novo solo.

A análise económica estuda o mundo natural através do prisma dos serviços dos ecossistemas, benefícios que a natureza fornece ao ser humano livre de custo, e que em caso de perda irá exigir alternativas muitas vezes dispendiosas. Contudo, existe uma outra perspectiva, custos de gestão da paisagem que já existem hoje que […]

Continue a ler este artigo no Público.

Comente este artigo
Anterior Catorze distritos do continente sob aviso amarelo na quinta-feira devido à chuva
Próximo Aumentos dos combustíveis fazem disparar os custos de factores de produção para a agricultura

Artigos relacionados

Nacional

CDS espera que voz de Portugal não “se torne rouca” nas negociações do orçamento comunitário

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, salientou hoje esperar que a voz de Portugal nas negociações do orçamento […]

Nacional

João Ponte: Feira Nacional de Agricultura é oportunidade para promover qualidade dos produtos dos Açores

O secretário Regional da Agricultura e Florestas dos Açores afirmou hoje, 8 de Junho, em Santarém, que a Feira Nacional da Agricultura constitui mais uma oportunidade para promover a qualidade e dar notoriedade aos produtos agrícolas açorianos. […]

Últimas

Avisos Agrícolas 31/03/2020: Vinha, Kiwi, Mirtilo, Nogueira, Oliveira, Macieira, Pereira, Marmeleiro e Tomateiro

O Serviço de Avisos Agrícolas é um serviço nacional do Ministério da Agricultura que tem por finalidade emitir avisos agrícolas. […]