Syngenta reforça parceria com Fertiprado para novas soluções Operation Pollinator

Syngenta reforça parceria com Fertiprado para novas soluções Operation Pollinator

[Fonte: Syngenta] A Syngenta e a Fertiprado firmaram um protocolo para desenvolvimento de novas misturas de sementes no âmbito do “Operation Pollinator”, programa que visa incrementar a Biodiversidade na Agricultura. Uma das novidades é a instalação de revestimentos biodiversos na entrelinha das culturas permanentes (olival, amendoal e vinha) para atrair e fixar insetos polinizadores, melhorar a saúde do solo e sequestrar gases com efeito de estufa.

No ano em que se celebram 10 Anos do programa “Operation Pollinator”, a Syngenta e a Fertiprado voltam a unir esforços para incrementar as populações de insetos polinizadores e estimular a Biodiversidade nos campos agrícolas da Península Ibérica.

A parceria entre as duas empresas, iniciada em 2016, tornou possível o desenvolvimento de 6 tipos de misturas de sementes de plantas aromáticas e herbáceas, ajustadas às características edafoclimáticas das diferentes regiões da Península Ibérica. Tratam-se de plantas para sementeira nas bordaduras dos campos agrícolas, criando margens multifuncionais floridas, que atraem insetos e outros polinizadores e servem como fonte de alimento (pólen e néctar) e local de refúgio para estes auxiliares benéficos. Os polinizadores contribuem para um maior equilíbrio das pragas e melhoram a produção e qualidade das culturas agrícolas que dependem da polinização. As margens multifuncionais são também utilizadas como revestimento em zonas tampão para proteger os solos da erosão e de eventuais contaminações.

A Fertiprado desenvolve e produz as misturas de sementes “Operation Pollinator” usadas na Península Ibérica, um programa da Syngenta que já beneficiou mais de 16.000 hectares de campos agrícolas em Portugal e Espanha.

A Fertiprado é uma empresa portuguesa especializada na investigação, desenvolvimento e multiplicação de misturas de sementes biodiversas ricas em leguminosas. Estas plantas fixam azoto atmosférico no solo e estimulam a sua atividade microbiana (rizóbio), aumentando a fertilidade e saúde do solo.

Recentemente, a Syngenta solicitou à Fertiprado o desenvolvimento de misturas de sementes específicas para revestimentos biodiversos da entrelinha das culturas permanentes (olival, amendoal e vinha). Nesta nova vertente do programa “Operation Pollinator” serão usadas espécies de plantas anuais, de ciclo mais curto, com sementes duras que asseguram uma re-sementeira natural no ano seguinte. O ciclo de desenvolvimento destas espécies não colide com o ciclo da cultura agrícola, anulando a competição pelos recursos (água e nutrientes).

«O feedback dos agricultores e empresas que aderiram nestes 10 anos ao “Operation Pollinator” tem sido muito positivo. O aumento da biodiversidade nas explorações agrícolas envolvidas está comprovado, o número de insetos polinizadores aumenta com as margens multifuncionais e inclusive foram descobertas em Portugal e Espanha novas espécies de insetos benéficos nestas margens», garante Felisbela Campos, responsável de assuntos corporativos da Syngenta em Portugal, explicando que este programa está a ser alargado a novas realidades agrícolas e urbanas.

Um novo objetivo da Syngenta é contribuir para que autarquias e cidadãos tenham também um papel ativo no aumento da biodiversidade em espaço urbano, instalando margens multifuncionais com sementes “Operation Pollinator” em jardins e espaços verdes públicos e domésticos. Lisboa é uma das cidades que servirá como “tubo de ensaio” para esta nova vertente do programa.

A Fertiprado perfila-se como um parceiro de futuro para a Syngenta a nível internacional, tendo sido indicada como um dos prováveis fornecedores destas novas misturas de sementes para o OP na vertente espaços verdes e jardins.

«O protoloco que a Fertiprado estabeleceu com a Syngenta no âmbito do “Operation Pollinator” ajuda a divulgar a nível internacional o nosso compromisso com a preservação da biodiversidade e a mitigação das alterações climáticas, através do desenvolvimento e produção de variedades de sementes biodiversas para uso em revestimentos, pastagens e forragens, e potencia o crescimento da Fertiprado nos mercados externos, que representam 44% do nosso volume de negócios», afirma Pedro Viterbo, gerente da Fertiprado. O Operation Pollinator faz parte do The Good Growth Plan, o plano de 6 compromissos da Syngenta para com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Ajudar ao crescimento da biodiversidade é um dos compromissos que a Syngenta assumiu em 2014, tendo desde essa data beneficiado 6,4 milhões de hectares de terras agrícolas, através de parcerias em 39 países

Comente este artigo
Anterior EDIA vai facilitar acesso à água para abeberamento e rega de emergência
Próximo Comissão autoriza dez produtos geneticamente modificados

Artigos relacionados

Comunicados

Qué es Horizonte 2020? – Guía del Proyectos H2020

La guía para conocer el apoyo a la I+D+i en digitalización para el sector agroalimentario a través de proyectos H2020
Qué es Horizonte 2020 ? […]

Últimas

“Primeira Mão”: Grupo Amorim lança projeto para crescimento mais rápido de sobreiros

Grupo avança com projeto de intervenção florestal para permitir ciclos de produção de cortiça mais curtos – e com mais sobreiros por hectare. […]

Nacional

Sésamo: uma nova opção cultural?

Está a crescer o cultivo do sésamo no Brasil, especialmente como alternativa para a “segunda colheita”, popularmente chamada de “safrinha”. Neste país tropical, […]