Seca: Agricultores do Baixo Alentejo reclamam medidas excecionais

A Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) reclamou hoje medidas “extraordinárias e excecionais” do Governo para ajudar os agricultores a “mitigar os prejuízos causados” pela seca na região.

Num comunicado enviado à agência Lusa, a federação diz que “as situações de seca extrema no Alentejo infelizmente são recorrentes e este ano não é exceção” e tem em consideração “o esforço do Ministério da Agricultura na tomada de algumas medidas para a mitigação dos efeitos da seca”.

No entanto, a FAABA reclama mais medidas e defende a necessidade de uma análise e de uma “aprovação célere” dos pedidos de apoios feitos por agricultores e de um “alargamento das despesas elegíveis”.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Correio da Manhã.

Anterior Apdea debate agricultura e os desafios societais para o período 20-30
Próximo Prejuízos de meio milhão de euros em caminhos agrícolas na ilha Terceira

Artigos relacionados

Últimas

Ministro defende “ligação entre ciência e agricultores” para reduzir impacto das alterações climáticas

[Fonte: Rádio Campanário] O INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária assinalou o Dia do Agricultor 2019 esta quarta-feira (15 de maio), […]

Internacional

Si quieren desde Bruselas que sea la PAC de la sostenibilidad, piden ayudas concretas contra los periodos de sequía

La consejera de Agricultura, Desarrollo Rural, Población y Territorio de la Junta de Extremadura, Begoña García, ha instado a la sociedad extremeña a unirse y apoyar una Política Agraria Comunitaria (PAC) sin recortes presupuestarios, […]

Últimas

Should we abandon ‘monoculture’ farming to protect biodiversity and slow climate change?

How we farm can guard against climate change and protect critical wildlife — but only if we leave single-crop farms in the dust, according to a new […]