Resende prepara Festival da Cereja

Resende prepara Festival da Cereja

Nos próximos dias 1 e 2 de junho Resende vai ser um concelho em festa com a cereja no centro das atenções.

Durante dois dias, mais de 100 vendedores e produtores locais disponibilizarão toneladas de cereja a preços especiais. Mas, para além da oportunidade única de adquirir uma das mais afamadas cerejas do país, os visitantes poderão encontrar diversos produtos artesanais ligados ao fruto, bem como as famosas cavacas de Resende, que são uma referência na gastronomia local. Também as Juntas de Freguesia do concelho vão apresentar as suas atrações, em stands próprios, numa iniciativa que pretende promover as tradições locais.

Mas, o ponto alto do Festival da Cereja é o cortejo temático que, a partir das 15h00 de domingo (2 de junho), irá percorrer as principais ruas da Vila de Resende. Cerca de 400 figurantes, crianças do 1.º e 2.º ciclo, acompanham o desfile, em carros de bois de raça arouquesa, que este ano será dedicado ao “Memorial à Cereja” e que contará com grupos de animação musical.

Para facilitar a deslocação até à festa, o Município de Resende mantém a parceria com a CP, oferecendo 30% de desconto no bilhete de comboio até à estação da Ermida, sendo que a empresa de autocarros Transdev Douro assegurará o transporte dos passageiros até ao centro da Vila de Resende, onde decorre a festa. O mesmo transporte é assegurado no sentido inverso.

Pelo 4.º ano consecutivo, a autarquia promove o concurso “Melhor Doce/Bolo de Cereja de Resende”, que pretende incentivar a criação de um doce/bolo que identifique o concelho como produtor da melhor cereja, onde serão atribuídos incentivos aos três melhores classificados.

Esta é a 18.ª edição do Festival da Cereja de Resende, uma iniciativa de grande importância para a economia local que procura promover e valorizar um dos produtos de excelência do concelho.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Eleições Europeias- Manifesto dos Agricultores e das Cooperativas Agrícolas
Próximo Ambientalistas avançam que já não há rios sem barragens em Portugal

Artigos relacionados

Formações

Comunilog faz curso de manobrador de máquinas agrícolas e florestais no Norte e Sul do País

A Comunilog Consulting, sediada na Guarda está a promover o curso de Manobrador de Máquinas Agrícolas e Florestais, a realizar-se em vários pontos do País, […]

Nacional

Colheita global de alimentos em risco por falta de mão de obra

Os agricultores norte-americanos que se preparam para a época de colheita alertam para um impacto devastador sobre frutas e legumes após a embaixada dos EUA no México anunciar a suspensão de entrevistas para concessão de vistos a trabalhadores rurais sazonais. […]

Notícias fitofarmacêuticos

Fim do glifosato discutido esta semana. Anipla fala de “alarmismo”

Depois de uma petição pública que recolheu 15 mil assinaturas válidas, a proibição da utilização do glifosato vai ser discutida numa audiência marcada para esta quinta-feira (7 de março) na Comissão Parlamentar do Mar e da Agricultura. […]