Ambientalistas avançam que já não há rios sem barragens em Portugal

Ambientalistas avançam que já não há rios sem barragens em Portugal

[Fonte: Correio da Manhã]

Portugal tem barragens construídas em todos os rios de média e grande dimensão do país, o que é prejudicial para o ambiente mas também para os seres humanos, disseram hoje organizações ambientalistas ouvidas pela Lusa.

Segundo uma investigação publicada pela revista científica Nature, grande parte dos maiores rios do mundo tem barragens e albufeiras, com apenas um terço a correr ainda de forma livre.

A conclusão resultou da primeira avaliação global da localização e extensão dos rios que correm livremente, que sublinha a grande degradação observada e alerta para a redução drástica dos benefícios dos rios saudáveis, para as pessoas e para a natureza.

Comente este artigo

O artigo Ambientalistas avançam que já não há rios sem barragens em Portugal foi publicado originalmente em Correio da Manhã

Anterior Resende prepara Festival da Cereja
Próximo Santiagro: Feira Agropecuária e do Cavalo - 30 de maio a 2 de junho- Santiago do Cacém

Artigos relacionados

Nacional

Cereais – Lusarroz

Este projeto resultou na obtenção 2 variedades de arroz portuguesas com melhor adaptação às condições edafoclimáticas específicas de Portugal.

Notícias cadeia alimentar

Sonae MC vê limitado impacto da entrada da Mercadona

Fonte: [Jornal de Negócios]
No prospecto da OPV, a Sonae MC alerta, no entanto, para os riscos de ter de reforçar uma política de preços agressivas que poderá levar a pressões sobre os fornecedores.
Como habitualmente nestas operações, o propecto da Oferta Pública de Venda (OPV) da Sonae MC descreve um conjunto de riscos para que os futuros investidores fiquem alertados para eventuais mudanças ao nível do negócio. […]

Últimas

Seminário sobre o Brexit na Frutitec

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Agenda, Destaque Agenda

O seminário “Brexit: impactos, desafios e oportunidades” tem lugar na manhã de 22 de Março, no auditório do pavilhão 4 da Feira Internacional de Lisboa (FIL), […]