Produção de banana na Madeira regista quebra de 5 mil toneladas em 2018

Produção de banana na Madeira regista quebra de 5 mil toneladas em 2018

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

A produção de banana na Madeira não deverá ultrapassar as 17 mil toneladas este ano, o que representa um decréscimo de cinco mil toneladas face a 2017, indicou o Governo Regional, explicando que a quebra resulta de factores meteorológicos.

«Devido às intempéries no início do ano, houve um prejuízo directamente na produção e depois também houve um prejuízo indirecto que reduziu o rendimento do ponto de vista da qualidade e da quantidade», explicou o secretário regional da Agricultura e Pescas, Humberto Vasconcelos, vincando que o objectivo para 2019 é, no entanto, voltar às 22 mil toneladas.

O governante fez estas declarações durante a assinatura, no Funchal, do seguro colectivo de colheitas entre a GESBA (Empresa Pública de Gestão do Sector da Banana) e a Crédito Agrícola Seguros, no valor de 436 mil euros, dos quais 150 mil são suportados pela entidade pública e os restantes por fundos comunitários.

«Isto demonstra que o trabalho do Governo Regional vai na defesa dos bananicultores e da sua produção», afirmou Humberto Vasconcelos, citado pela Lusa, explicando que a banana, uma das produções mais importantes da Madeira, terá a partir de agora um seguro colectivo sempre activo contra intempéries.

O novo seguro abrange a totalidade dos 1.900 bananicultores e destina-se a cobrir prejuízos provocados pela queda de granizo, incêndios, chuvas e ventos fortes.

O secretário da Agricultura lembrou, por outro lado, que o executivo assumiu o pagamento dos prejuízos, na ordem de um milhão de euros, na sequência do mau tempo ocorrido no início de ano.

Notícias relacionadas

Comente este artigo

O artigo Produção de banana na Madeira regista quebra de 5 mil toneladas em 2018 foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Anterior Pêssego chega à gama natural da Frubis
Próximo Estudo da UC avalia impacto dos eucaliptos no funcionamento dos ribeiros

Artigos relacionados

Nacional

Governo pediu mais apoio do Fundo Europeu de Solidariedade


ANTONIO COTRIM/LUSA

O Governo acrescentou 220 milhões de euros aos prejuízos provocados pelos incêndios na região Centro, tendo em conta os fogos que deflagraram nos últimos meses, […]

Eventos

II Dia de campo do grupo operacional Qualitomate – 23 de Julho – Santarém

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Realiza-se na manhã de 23 de Julho, em Caneiras, Santarém, […]

Últimas

Portugal e Espanha criam centro ibérico para investigação e combate aos incêndios

[Fonte: Rádio Renascença]

Dois anos depois do pior ano de fogos para Portugal (2017), há duas regiões do país que se juntam à […]