Políticas de alimentação e estratégias de marketing dão prémio a investigadora

Políticas de alimentação e estratégias de marketing dão prémio a investigadora

[Fonte: Voz do Campo]

A investigadora Susana Campos recebeu o prémio de “Melhor Paper Júnior 2019” no IX Congresso da Associação Portuguesa de Economia Agrária (APDEA).

O evento, que englobou também o III Encontro Lusófono em Economia, Sociologia, Ambiente e Desenvolvimento Rural, aconteceu entre os dias 15 e 18 de outubro, entre Lisboa e Oeiras.

A investigadora da Linha BEST (Bio-Economy and Sustainability) venceu o prémio com o artigo “Health values, food claims and the intention to use organic olive oil: An extended model of Goal – Directed Behaviour” em coautoria com Carlos Peixeira Marques e Lívia Madureira.

Artigo dá contribuição preciosa para políticas de alimentação e estratégias de marketing

A desenvolver atualmente a sua tese de doutoramento em Desenvolvimento, Sociedades e Territórios na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), Susana Campos indica que a investigação teve como objetivo “analisar se uma maior preocupação dos consumidores com a sua saúde e a segurança dos alimentos se traduz na intenção de incluir o azeite extra-virgem biológico (EVOOO) na sua dieta como principal gordura alimentar, e compreender a influência das múltiplas variáveis que intermedeiam essa relação”.

Nestas variáveis, incluem-se as “alegações alimentares” (como a referência ao facto de o azeite ser “biológico” ou “carbono-neutro”, “as crenças” e “emoções” do consumidor, além das “normas sociais”. Esta é a originalidade do artigo. “Os resultados mostram que a “confiança” influencia a consideração do consumidor pelas alegações alimentares e aumenta a sua crença na segurança alimentar do produto” que, neste caso, é o azeite, refere a investigadora.

Os resultados do artigo são uma contribuição preciosa para políticas de alimentação e, até, para as “estratégias de marketing dos produtores, incluindo-se empresas, associações de produtores e as próprias regiões”, pois “ajudam a compreender os processos de tomada de decisão dos consumidores e quais as variáveis e dimensões da decisão onde devem incidir as suas estratégias de marketing, bem como quais as diferenciações melhor percecionadas e valorizadas pelo consumidor”, explica Susana Campos.

Comente este artigo

O artigo Políticas de alimentação e estratégias de marketing dão prémio a investigadora foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior Oferta de emprego - Engenheiro Agrónomo, Florestal ou Arquiteto Paisagista - Lisboa
Próximo Produção de laranja em Portugal atinge o nível mais elevado desde 1986

Artigos relacionados

Últimas

Balanço dos citrinos a 26 de Junho em Loulé

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Decorre a 26 de Junho, em Loulé, o “Balanço dos citrinos”, […]

Sugeridas

Glifosato – Licença renovada por cinco anos

A União Europeia decidiu, ao início da tarde de hoje, a renovação da licença para a utilização do glifosato na agricultura do espaço comunitário por cinco anos, com o voto positivo de 18 estados membros, e nove votos contra. Portugal manteve a abstenção.

Nacional

Açores mantém inalterado valor das rendas de prédios rústicos no novo ano agrícola

[Fonte: Açoriano Oriental]

Os valores indicativos das rendas de prédios rústicos atualmente em vigor nos Açores vão manter-se inalterados no ano agrícola 2019/2020, […]