Polícia Judiciária deteve um homem por atear fogo perto de Castelo Branco

Polícia Judiciária deteve um homem por atear fogo perto de Castelo Branco

[Fonte: SAPO 24]

“Por volta da 01:00 da madrugada [de hoje], o suspeito, usando chama direta, colocou um foco de incêndio em zona florestal povoada com pinheiros e mato, dentro de uma vasta mancha florestal, que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos bombeiros de Castelo Branco”, acrescenta a nota da PJ.

As autoridades consideram que “a atuação do suspeito colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, bem como habitações e a grande mancha florestal”.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

(Notícia atualizada às 13h46)

Comente este artigo

O artigo Polícia Judiciária deteve um homem por atear fogo perto de Castelo Branco foi publicado originalmente em SAPO 24.

Anterior Fogos repetem erros de 2017
Próximo Feira de Caça e do Espaço Rural da Nave arranca a 27 de Julho em Alvite

Artigos relacionados

Últimas

BASF distinguida nos Prémios Ones Mediterrània

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

A Fundação Mare Terra premiou a Basf pela sua aposta na inovação e sustentabilidade em resultado do seu trabalho na estação experimental de Utrera.
A Fundação celebra este ano a 25.ª edição dos prémios Ones Mediterrània, […]

Sugeridas

Olival Tradicional de Trás-os-Montes e Alto Douro. Um futuro a preservar – Francisco Pavão

Este foi um ano completamente atípico para a agricultura e para a olivicultura em particular, com ausência de frio motivando baixa diferenciação floral e temperaturas muito altas em períodos críticos e chuva quase constante no período da floração. As consequências foram taxas de vingamento baixas e um atraso do ciclo vegetativo em cerca de 15 dias, […]

Últimas

IRAE fiscaliza cumprimento legal na comercialização dos ovos nos Açores

[Fonte: Agricultura e Mar]
A Inspecção Regional das Actividades Económicas (IRAE), realizou durante o mês de Março em todas as ilhas do arquipélago dos Açores, acções de fiscalização direccionadas aos operadores económicos que, no exercício da sua actividade, comercializam ovos, quer sejam distribuidores, […]