“Podemos andar ou correr. Eu sugiro que a gente corra”

“Podemos andar ou correr. Eu sugiro que a gente corra”

Para evitar tragédias como as de 2017 é preciso acelerar o passo. Até 5 de fevereiro está em discussão pública a estratégia para a próxima década. A avaliar o que por cá se tem feito andou o especialista da ONU Peter Moore, para quem o modelo seguido em Portugal é “positivo” e “inédito”. O Expresso falou com o perito e com o presidente da AGIF, Tiago Oliveira, sobre as “inércias” por combater e a necessidade de se entrar na propriedade privada

 

Dois anos depois dos trágicos incêndios que devastaram o país e provocaram 66 mortes, está em discussão pública o Plano Nacional de Gestão Integrada de Fogos Rurais (PNGIFR). Foi sobre esta estratégia para a década 2020-2030 e o que foi feito até agora que decorreu a conversa com o presidente da Agência para a Gestão Integrada dos Fogos Rurais (AGIF), Tiago Martins Oliveira, e o especialista em gestão de incêndios do departamento de Florestas da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), Peter Moore.

Há áreas ardidas há dois anos que continuam por recuperar, como o Pinhal de Leiria. Porque tarda o Instituto de Conservação da Natureza (ICNF) a agir?

Tiago Oliveira (TO): Não é preciso ser um cientista aeroespacial para perceber que aconteceu muito pouco no Pinhal de Leiria e que é preciso dotar o ICNF de recursos financeiros e humanos para gerir melhor o que se passa no terreno. É preciso equipar melhor o ICNF e dotar as entidades que estão no terreno com gente jovem, com mais estamina e capacidade para negociar e dialogar com os proprietários privados e com as empresas que fazem parte do processo para que as coisas aconteçam.

Continue a ler o artigo no Expresso.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Expresso.

Anterior Estratégica de Valorização para a Carne dos Açores quer duplicar volume de negócios até 2030
Próximo NEWSLETTER IFAP - JANEIRO 2020

Artigos relacionados

Nacional

Fileira da carne de porco: FilPorc reconhecida como organização inter-profissional

A FilPorc — Associação Inter-profissional da Fileira da Carne de Porco foi reconhecida como Organização Inter-profissional. A decisão foi publicada no Despacho n.º […]

Nacional

Calor coloca país em situação de alerta. Ministro garante que o sistema está preparado

O ministro da Administração Interna admite que as condições meteorológicas previstas até domingo no continente deverão favorecer a ocorrência de incêndios florestais, […]

Últimas

Mais de 200 bombeiros combatem fogo em Ovar. Circulação reaberta na A1

A circulação na autoestrada A1, entre os nós de Estarreja e Ovar, foi reaberta depois de ter estado cortada devido a um incêndio florestal, […]