Para o ambiente, “esta PAC vai ser bem pior do que a que temos”. Francisco Guerreiro no primeiro episódio do podcast Agenda Europa

Para o ambiente, “esta PAC vai ser bem pior do que a que temos”. Francisco Guerreiro no primeiro episódio do podcast Agenda Europa

Esta semana, na sessão plenária do Parlamento Europeu, vai ser votada uma proposta da Comissão Europeia que introduz os regimes ecológicos, conhecidos como eco-schemes — ligados a objectivos de ambiente, clima e paisagem —, nos pagamentos directos aos agricultores, o primeiro pilar da Política Agrícola Comum (PAC). Como vota o eurodeputado Francisco Guerreiro em relação a esta orientação para a nova PAC 2021-2027?

Descubra no Agenda Europa – O meu voto, um podcast do PÚBLICO com o apoio do Parlamento Europeu, que estreia esta segunda-feira. A cada duas semanas, conversamos com um eurodeputado sobre questões em agenda nas comissões e plenários do hemiciclo.

Neste primeiro episódio, o deputado independente Francisco Guerreiro, filiado ao Grupo dos Verdes/Aliança Livre Europeia, fala-nos sobre o seu voto sobre as propostas para a PAC, que deveriam incentivar agricultores a transitar para procedimentos mais sustentáveis. Para o eurodeputado, que é também vice-presidente da comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Parlamento Europeu, “o greenwashing está em grande nos três grandes grupos do Parlamento Europeu” e as emendas propostas pela maioria parlamentar podem vir a ter efeitos contrários à sustentabilidade ambiental. Francisco Guerreiro afirma mesmo que “esta PAC vai ser bem pior [para o ambiente] do que a que temos”.

A cada episódio do Agenda Europa, escutamos jovens sobre o que esperam ver no topo da agenda europeia. Começamos por Catarina Neves, de 24 anos, co-fundadora da BETA Portugal – Bringing Europeans Together Association, que já colaborou com instituições como o Ministério dos Negócios Estrangeiros, o Conselho da Europa e as Nações Unidas. Para Catarina, é preciso olhar para os problemas da UE com uma perspectiva de género, de forma a melhor servir a população por inteiro.

Este programa tem o apoio do Parlamento Europeu.

Continue a ler este artigo no Público.

Comente este artigo
Anterior “Arquitectura Ecológica” da nova PAC reforça cumprimento de regras ambientais e de bem-estar animal
Próximo Qué pide la Eurocámara para la PAC: Renta agraria, ecoesquemas voluntarios y compensar el 10% perdido en el presupuesto

Artigos relacionados

Dossiers

Alfaces crescem em prateleiras, sem terra e apenas em água. Japão cria “fábricas de vegetais”

É um edifício comum numa área industrial entre Kyoto e Osaka, no oeste do Japão. Nada, externamente, sugere que nas instalações da empresa Spread cresçam cerca de 11 milhões de alfaces por ano — […]

Nacional

Aprovadas alterações ao regime das Práticas Individuais Restritivas do Comércio

O Governo aprovou o Decreto-Lei que altera o regime aplicável às Práticas Individuais Restritivas do Comércio (Decreto-Lei n.º 166/2013, de 27 de dezembro), […]

Últimas

Site estará em manutenção hoje (sábado) entre as 22h00 e as 03h00

Atenção o site estará em manutenção entre as 22h00 e as 03h00 (Início: 22:00 de Sábado dia 3 Fevereiro 2018 e Fim: 03:00 de Domingo dia 4 Fevereiro 2018), para actualizações de segurança. Agradecemos a sua compreensão, é para servir-mos melhor os nossos leitores.