Organizações Agrícolas repudiam comunicado conjunto de seis ONGA’s e defendem a valorização da produção nacional através de uma agricultura ambientalmente sustentável

Organizações Agrícolas repudiam comunicado conjunto de seis ONGA’s e defendem a valorização da produção nacional através de uma agricultura ambientalmente sustentável

Trinta e três Organizações repudiam veementemente o comunicado conjunto elaborado por seis ONGA´s e apoiam de forma inequívoca a tomada de posição da CAP na defesa da valorização da produção nacional através de uma agricultura ambientalmente sustentável.

No passado dia 21 de Abril, seis organizações não governamentais contestaram, através de um comunicado conjunto, a decisão do Governo de flexibilizar medidas na Agricultura devido à COVID-19.

Da leitura desta exposição, podemos constatar que a mesma invoca argumentos tecnicamente errados e sem evidências que o sustentem.

Em concreto, é refutada a possibilidade dos produtores poderem, excepcionalmente, praticar o pastoreio nas áreas de pousio e não serem obrigados à diversificação de culturas nas explorações cerealíferas.

Estamos a falar de duas medidas muito específicas, entre todas aquelas que os agricultores continuam a cumprir para benefício do clima e do ambiente, que têm por objectivo assegurar a alimentação animal e contribuir para atenuar as eventuais dificuldades de aprovisionamento de cereais.

Trata-se assim de uma postura totalmente incoerente por parte destas ONGA’s, que atacaram desde sempre a aplicação destas práticas, por considerarem que tinham um benefício nulo para o ambiente e, agora, saem em defesa acérrima das mesmas.

A este propósito não podemos deixar de realçar, uma vez mais, que o agricultor é sem dúvida alguma o primeiro interessado na preservação do ambiente e na gestão adequada dos recursos naturais das suas explorações, pois constituem a base da sua produção.

Numa altura em que o nosso país atravessa uma crise sanitária sem precedentes, que condiciona de forma tão considerável as nossas vidas, reiteramos o apelo efectuado pela CAP para que todas as organizações que têm acesso ao espaço público e mediático falem verdade e não confundam as pessoas, utilizando argumentos falsos e ideologicamente orientados.

Subscrevem este comunicado:

_ACBRA – Associação dos Criadores de Bovinos da Raça Alentejana

_ACBRM – Associação de Criadores de Bovinos de Raça Mirandesa

_ACPA – Associação de Criadores de Porco Alentejano

_ACOS – Associação de Agricultores do Sul

_ADVID – Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense

_AGROPEMA – Cooperativa Agro-Pecuária Mirandesa, Crl

_AGROTEJO – União Agrícola do Norte do Vale do Tejo

_ANCPA – Associação Nacional dos Criadores do Porco Alentejano

_ANCSUB – Associação Nacional de Criadores de Suínos de Raça Bísara

_ANIPLA – Associação Nacional da Indústria para a Proteção das Plantas

_ANPC – Associação Nacional de Proprietários Rurais Gestão Cinegética e Biodiversidade

_ANPOC – Associação Nacional dos Produtores de Oleaginosas, Cereais e Proteaginosas

_ANPROMIS – Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo

_ANSEME – Associação Nacional dos Produtores e Comerciantes de Sementes

_AOP – Associação dos Orizicultores de Portugal

_APOSOLO – Associação Portuguesa de Mobilização de Conservação do Solo

_APPITAD – Associação dos Produtores em Protecção Integrada de Trás-os-Montes e Alto Douro

_APROLEP – Associação dos Produtores de Leite de Portugal

_Associação dos Agricultores do Ribatejo

_AVIPE – Associação de Viticultores do Concelho de Palmela

_CACOVIN – Cooperativa dos Agricultores de Vinhais, Crl

_Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos (CNCFS)

_Centro Operativo e de Tecnologia de Regadio – Centro de Competências para o Regadio Nacional (COTR)

_Centro Operativo Tecnológico Hortofrutícola Nacional – Centro de Competências (COTHN)

_Cooperativa Agrícola de Coimbra

_Cooperativa Pingo de Leite

_FAABA – Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo

_FENAREG – Federação Nacional dos Regantes de Portugal _FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal

_FNOP – Federação Nacional das Organizações de Produtores de Frutas e Hortícolas

_IACA – Associação Portuguesa dos Industriais de Alimentos Compostos para Animais

_OPP Vinhais – Organização de Produtores Pecuários Para a Defesa Sanitária do Concelho de Vinhais

_UNAC – União da Floresta Mediterrânica

Subscreva as nossas newsletters aqui.

Comente este artigo
Anterior Agricultores defendem o regresso dos velhos mercados de rua
Próximo AJAM pede medidas para ajudar a agricultura nos Açores

Artigos relacionados

Eventos

Jornadas do Mundo Rural – 28 e 29 de fevereiro – Alcoutim

À semelhança dos anos transatos vai a Câmara Municipal de Alcoutim e a Câmara Municipal de Mértola, numa organização conjunta em colaboração […]

Últimas

Novos psicólogos prometidos para as escolas em 2018 só vão ser colocados em setembro

O Governo pretendia reforçar em 100 o número de psicólogos nas escolas no ano letivo que terminou (2018/2019). A medida iria aumentar para 300 o número de psicólogos que são financiados com verbas comunitárias. […]

Últimas

Governo determina medidas adicionais para erradicar praga dos citrinos

O Governo quer erradicar o inseto ‘Trioza erytreae’, causador da praga dos citrinos, tendo determinado o dever de informação às autoridades e o […]