Oferta de emprego – Técnicos Agrícolas – Projeto IFAP / SGS

Oferta de emprego – Técnicos Agrícolas – Projeto IFAP / SGS

Projeto IFAP / SGS: Campanha 2019 – Junho a Dezembro

Queres fazer parte de um projeto motivador, com o qual te identifiques e cuja abrangência e relevância pode fazer a diferença no panorama nacional?

O que procuramos:

Pretendemos admitir Técnicos Agrícola (M/F), com o seguinte perfil:

  • Licenciatura em Engenharia Agronómica, Engenharia Agroindustrial, Engenharia Florestal, Engenharia do Ambiente, Ciências Agrárias ou Zootécnica (obrigatório);
  • Conhecimentos teóricos e/ou práticos em campanhas de controlo de ajudas comunitárias e nacionais, bem como fotointerpretação aérea e/ou espacial na área de fiscalização de superfícies, cartografia ao nível agrícola, SIG, GPS (preferencial);
  • Carta de condução de ligeiros;
  • Disponibilidade para viajar pelo país, para efetuar controlo de campo em todo o território nacional.

Oportunidade:

  • Inserção na vida ativa e contacto privilegiado com o trabalho de campo na tua área de formação!
  • Contacto com o Grupo SGSlíder mundial em inspeção, verificação, testes, formação e certificação. Contamos com mais de 2600 escritórios/laboratórios e mais de 97.000 colaboradores em todo o mundo;
  • Garantimos o suporte de todos os custos relacionados com o trabalho: Estadias, refeições, combustível e comunicações;
  • Fornecemos os equipamentos necessários à execução do trabalho: Viatura todo-o-terreno, telemóvel, computador portátil, EPI;
  • Certificados de Formação Profissional em mais de 18 medidas;
  • Contacto com diversos produtores agrícolas, Cooperativas e Associações, permitindo alargar a tua rede de contactos para um futuro promissor na área!

O que é o Projeto IFAP-SGS?

A SGS assegurou para o triénio de 2019/2021 as ações de controlo físico e por teledeteção, no âmbito das ajudas e dos apoios financeiros concedidos pelo IFAP.IP, no território de Portugal Continental.

Todos os técnicos da SGS terão acesso a formação adequada ao desempenho das funções apresentadas.

  • As ajudas comunitárias atribuídas estão dependentes do desempenho efetuado pela SGS no âmbito do controlo de pedido único;
  • Estes auxílios chegam a mais de 250.000 agricultores;
  • Cerca de 8800 agricultores foram controlados pelos técnicos SGS na campanha de 2018;
  • 68% do total de controlos efetuados em Portugal Continental, foram assegurados pela SGS.

Porque esperas? Contacta-nos para pt.recrutamento.ifap@sgs.com até ao dia 10 de maio e vem fazer parte da equipa SGS!

Contamos contigo!

Comente este artigo
Anterior Concentração de delegações de Lesados pelos Javalis e outros animais selvagens
Próximo Missão empresarial: Nersant leva empresas a França e Cabo Verde

Artigos relacionados

Dossiers

Andalucía defenderá los derechos históricos de la PAC y se compromete a gastar hasta el último euro de fondos europeos

[Fonte: Agroinformacion – PAC]
La consejera de Agricultura, Ganadería, Pesca y Desarrollo Sostenible de la Junta de Andalucía, Carmen Crespo, se ha fijado en su primera comparecencia en comisión parlamentaria la lucha por “una PAC fuerte, simplificada, adaptada al territorio y que respete los derechos históricos” y el reto de que “ningún euro procedente de fondos europeos” se quede sin utilizar durante la legislatura que arranca. […]

Dossiers

Hoy arranca el periodo de solicitud de las ayudas de la PAC. Consulte aquí las principales novedades

[Fonte: Agropopular – UE]

Entre el 1 de febrero y el 30 de abril estará abierto el período de solicitud de las ayudas directas de la PAC correspondiente a 2019. En la normativa aplicable se han introducido algunas modificaciones con respecto al año anterior que se publicaron ya en el Boletín Oficial del Estado (BOE) del pasado 9 de noviembre. […]

Últimas

PSD alerta para “financiamento insuficiente” em formação agrícola

[Fonte: Açoriano Oriental]
O deputado do PSD/Açores Marco Costa considerou “insuficiente” o financiamento da formação dirigida aos agricultores da ilha do Pico, alegando que tal resulta da falta de planeamento do Governo Regional.
“Não há formação suficiente para os agricultores da ilha do Pico. […]