“O que aconteceu? Isto é democracia”, diz Von der Leyen

“O que aconteceu? Isto é democracia”, diz Von der Leyen

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, justificou o falhanço das negociações sobre o orçamento plurianual para 2021-2017, para o qual é necessário “trabalho árduo”, com “a democracia”, falando em “27 diferentes interesses” dos Estados-membros.

“Perguntam o que aconteceu. Então, isto é democracia. Temos 27 Estados-membros, com 27 diferentes interesses, mas todos estamos a trabalhar num objetivo comum que é a UE e o orçamento europeu para os próximos anos”, afirmou a líder do executivo comunitário, falando em conferência de imprensa, em Bruxelas, após o fim da cimeira.

Segundo Ursula Von der Leyen, “é uma boa tradição em democracia debater as diferentes visões, as diferentes ênfases e necessidades apontadas pelos diferentes Estados-membros, no que toca às políticas de coesão, agricultura ou relativamente às novas prioridades”.

“Temos de trabalhar arduamente para prosseguir”, apelou.

O Conselho Europeu extraordinário em Bruxelas consagrado ao orçamento plurianual da União para 2021-2027 terminou sem acordo, apenas cerca de 20 minutos após os líderes se terem sentado novamente à mesa para discutir a nova proposta, revelaram fontes europeias.

Iniciada na quinta-feira à tarde, a cimeira foi interrompida ao início da noite, sucedendo-se desde então múltiplas reuniões bilaterais, madrugada dentro e ao longo do dia de hoje, e ao fim de praticamente 24 horas os chefes de Estado e de Governo voltaram a juntar-se na mesma sala para apreciar uma proposta revista apresentada pelo presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

Continue a ler este artigo no ECO.

Comente este artigo
Anterior Governo salvaguarda o valor máximo elegível nas operações relativas à elaboração de estudos e projetos
Próximo Parlamento Europeu “desapontado com fracasso” no orçamento

Artigos relacionados

Dossiers

Nuevos recortes en los precios del porcino de capa blanca


Después de casi tres meses sin variaciones, los precios del porcino de capa blanca volvieron a bajar, por segunda semana consecutiva, […]

Nacional

Canhões antigranizo para salvar pomares de maçã

Os fruticultores de Armamar têm agora uma nova arma contra o granizo, que nos últimos anos tem causado elevados estragos nos pomares do concelho conhecido por ser a capital da maçã […]

Nacional

Setor do azeite está a viver dias “muito difíceis” no Douro e Trás-os-Montes. “A questão do bagaço tornou isto num verdadeiro pesadelo”

Olivicultores e lagareiros do Douro e Trás-os-Montes queixam-se de uma “campanha difícil” devido à diminuição do preço do azeite e da azeitona e ao “inesperado custo” de transporte e tratamento do resíduo bagaço, […]