O leite não tem antibióticos!

O leite não tem antibióticos!

25 de fevereiro, véspera da “manifestação das botas”:

– Que estás a fazer, Carlos?
– Estou a lavar esta vitela para ir amanhã à manifestação!
– Manifestação, porquê?
– Por causa do preço do leite, está muito baixo para os produtores e os custos de produção estão a aumentar.
– Mas eu pago o leite caro!
– Tem a certeza? Olhe que um litro de leite UHT meio gordo custa agora menos de metade do que custava quando aderimos à CEE. Se acompanhasse a inflação agora custava 1,20€.
– Ah, mas eu compro leite sem lactose.
– Pois, esses leites especiais são mais caros, mas é uma opção par quem tem dificuldade na digestão do leite normal…
– E aí do tanque não podia beber…
– Sim claro, tem mais gordura… e deve-se ferver primeiro.
– E também tem antibióticos…
– Antibióticos? Credo! Se encontrassem resíduos de antibiótico no tanque, até andava de lado! Não me pagavam o leite e eu ainda tinha de pagar todo o leite de outros agricultores que fosse contaminado! colhem amostras para análise em todas as vacarias, todas as vezes que carrega leite para o camião e tiram amostras em cada camião antes de descarregar na fábrica do leite (teste rápido). Se tivesse antibióticos não servia para fazer iogurtes. E depois ainda há controlos no leite embalado. O leite é dos alimentos mais analisados!
– Mas vocês injetam as vacas se estiverem doentes…
– Sim, se uma vaca estiver doente temos de tratar, segundo o conselho do veterinário. Depois o leite desses animais vai para a fossa enquanto o animal está em tratamento e durante mais alguns dias, o intervalo de segurança, enquanto houver resíduos a serem excretados. Antes de aproveitar, fazemos uma análise, colocando uma gota de leite num tubinho, a 64 graus, durante 3h15. Se o resultado for amarelo, está bom e podemos aproveitar o leite, se for azul ainda tem resíduos e temos de voltar a analisar no dia seguinte até ter a certeza que está bom. Mesmo na agricultura biológica também utilizam antibióticos, se houver risco de vida para o animal e nesse caso aumentam o tal intervalo de segurança.
Pode beber qualquer leite descansada que não tem resíduos de antibióticos!
#carlosnevesagricultor

20210303_095514.jpg

20210303_192408.jpg

O artigo foi publicado originalmente em Carlos Neves Agricultor.

Comente este artigo
Anterior O mito de um certo Alentejo - Luís Mesquita Dias
Próximo Portugal Fresh adere ao Agroportal com a página de dossier “Mercados”

Artigos relacionados

Candidaturas e pagamentos

IFAP: Pagamentos ano 2019

Durante o ano de 2019, o IFAP procedeu a pagamentos* que ascenderam a um montante total de cerca de 1,5 mil milhões de euros. […]

Notícias inovação

Cebal integra maior unidade de investigação agrícola e ambiental

O Cebal, instalado em Beja, é um dos quatro centros de investigação que integram o recém-criado MED – Instituto Mediterrâneo para a […]

Nacional

Confiança no Mundo Rural: consumir produtos portugueses – Pedro do Carmo

Este é um tempo difícil e diferente. Todos precisamos de todos. Cada um pode fazer a diferença. Quando tiver de ir à mercearia, à loja ou ao […]