Nova marca Ascenza lançada em Lisboa

Nova marca Ascenza lançada em Lisboa

Decorreu a 13 de Fevereiro, em Lisboa, no Terminal dos Cruzeiros, o lançamento formal da marca Ascenza, «que substitui definitivamente a marca Sapec Agro» e que surge assim no mercado «com um posicionamento e imagem renovados, que serão a base da sua expansão internacional», refere um comunicado da empresa. Segundo o comunicado, este evento contou «com a participação de centenas de pessoas de 17 nacionalidades, representando várias regiões do globo», nomeadamente «autoridades regulamentares, associações sectoriais, clientes e colaboradores».

O lançamento foi composto por um workshop, na parte da manhã, dedicado ao tema “Farming your future”, e por um evento de activação de marca, ao final do dia. João Martins, director geral da Ascenza (na fotografia de abertura), explica que «Ascenza significa crescer, ascender» e que consideram que «esta é a premissa: a nova marca espelha evolução, transformação do negócio e um projecto de expansão».

5

A nova identidade visual da empresa «tem como inspiração o sobreiro e a floresta mediterrânica, uma vez que reflectem as origens, a cultura e estratégia da empresa», dado que «esta floresta é conhecida pela sua longevidade, resiliência e versatilidade», refere o comunicado. Neste contexto, a Ascenza sublinha que «ambiciona ser distinguida da mesma forma: um símbolo de resiliência e constante adaptação no serviço aos clientes e à agricultura».

4

João Martins afirma que «queremos posicionar-nos como uma referência global na área das soluções off-patent com diferenciação». «Para o alcançar, estamos a reforçar a nossa presença internacional, a investir em recursos humanos altamente qualificados e a apostar no desenvolvimento de soluções diferenciadas para oferecer aos nossos clientes», acrescenta.

3

A empresa «está presente em Portugal há 90 anos», até agora como Sapec Agro, «destacando-se desde os anos 60 na área da protecção de culturas», sendo «líder ibérico no segmento dos genéricos diferenciados» e tendo «presença crescente nos mercados do sul da Europa e Brasil». O comunicado indica ainda que o seu volume de negócios tem registado um forte crescimento nos últimos anos e que «mais de 75% do que é produzido na unidade fabril de Setúbal, Portugal, destina-se à exportação».

6

Esta empresa conta com «cerca de 580 trabalhadores, dos quais cerca de 35% são altamente qualificados». Em 2017, a Sapec Agro foi adquirida pela Bridgepoint Capital S.A.

Notícias relacionadas

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas, Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Fenareg defende prioridade da modernização de regadios na PAC pós 2020
Próximo APN: Algas a gosto: Poderão ser as algas uma presença assídua na alimentação dos portugueses?

Artigos relacionados

Últimas

“Impasse” en la PAC, presupuesto y Brexit: La nevera es la prioridad en la UE ante los efectos de la pandemia

El coronavirus ha aparcado el calendario de negociaciones cruciales como el presupuesto comunitario, la Política Agrícola Común (PAC) o el acuerdo post Brexit, […]

Últimas

Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 23 a 29 Março 2020

Verificou-se uma diminuição das cotações médias nacionais dos borregos de 22-28 kg (-1 cêntimo / kg) e de >28 kg (-2 cêntimos / kg), em relação à semana […]

Nacional

New Holland distinguida com medalha de ouro

A New Holland foi recentemente premiada por reconhecimento automático de utensílios para a vinha com a medalha de ouro para a inovação. […]