Ministérios do Ambiente e Agricultura criam plano de avaliação das bacias hídricas do Alentejo

Ministérios do Ambiente e Agricultura criam plano de avaliação das bacias hídricas do Alentejo

A elaboração das bases do Plano Regional de Eficiência Hídrica do Alentejo já foram publicadas em Diário da República.

O despacho assinado pelo Ministro do Ambiente e pela Ministra da Agricultura e pela Secretária de Estado do Turismo, pretende criar um plano para avaliar as disponibilidades e os consumos hídricos atuais nas bacias do Sado, Guadiana e Mira. A prospeção de cenários que tenham em conta os efeitos das alterações climáticas também constam do despacho.

O despacho prevê ainda estabelecer horizontes temporais de eficiência hídrica para os principais usos (agrícola e urbano), identificando medidas a curto e médio prazo que promovem a reutilização da água tratada e a eficiência hídrica.

A elaboração deste despacho prende-se com o facto de nos últimos anos os índices de precipitação terem baixado na região do Alentejo, no ano hidrológico de 2018/2019, representaram apenas 50 % da precipitação média anual acumulada relativa ao período de 1971 a 2000.

A coordenação do plano fica a cargo da Agência Portuguesa do Ambiente, Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Campanário.

Comente este artigo
Anterior OE2020: PEV propôs e há "abertura" para reforço de pessoal na conservação da natureza
Próximo Cooperativa Agrícola de Boticas entrega subsídios aos criadores de pequenos ruminantes

Artigos relacionados

Últimas

Escola Superior Agrária de Ponte de Lima recebe Jornadas de Cunicultura

As X Jornadas de Cunicultura da ASPOC – Associação Portuguesa de Cunicultura e as II Jornadas de Cunicultura da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima realizam-se 23 e 24 de Outubro de 2018. […]

Nacional

Isolados e sem comunicações, dois anos depois dos incêndios. “Se o lume voltar, o Estado pode vir tomar conta disto”

Isolados e sem comunicações, dois anos depois dos incêndios. “Se o lume voltar, o Estado pode vir tomar conta disto”
17 jun, […]

Últimas

Açores: Serviços Florestais investigam causas de coelhos mortos em São Miguel

Os Serviços Florestais dos Açores estão a acompanhar e a investigar as causas do aparecimento esta semana de alguns coelhos mortos no concelho da Lagoa, […]