Ministério da Agricultura antecipa pagamentos de 471 milhões

Ministério da Agricultura antecipa pagamentos de 471 milhões

[Fonte: Público]

30 de Outubro de 2018

Antecipação de apoios, previstos para 31 de Dezembro, foram anunciados hoje pelo ministério de Capoulas Santos e incluem Açores e Madeira
O Ministério da Agricultura, através do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), vai proceder, na quarta-feira, 31 de Outubro, ao pagamento de capoula.
“Dia 31 de Outubro, o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural paga aos agricultores, através do IFAP, um montante global de 471 milhões de euros”, disse, em comunicado, o Governo.
De acordo o ministério liderado por Capoulas Santos, “este montante inclui uma antecipação de pagamentos, entre 50% e 85%, que deveriam ocorrer apenas em 31 de Dezembro, no valor de 353 milhões de euros”.
Entre os pagamentos incluem-se mais de 250 milhões de euros em rubricas no âmbito do Fundo Europeu de Garantia Agrícola (FEAGA), como o regime de pagamento base e o regime de pequena agricultura.
Por sua vez, o restante montante é atribuído através do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER) e aos programas de desenvolvimento rural do continente (PDR2020), Açores (PRORURAL+) e Madeira (PRODERAM).
“No caso dos agricultores da Região Autónoma dos Açores, o pagamento antecipado atinge 85% do valor das medidas agro-ambientais e das medidas de manutenção da actividade agrícola em zonas desfavorecidas, e de 70% do valor dos pagamentos directos, valor máximo autorizado pela Comissão Europeia, em solidariedade pela situação de seca que afectou aquele território no presente ano”, indicou o Governo.
Já no continente, o pagamento antecipado atinge 75% do valor das medidas agro-ambientais e das medidas de manutenção da actividade agrícola em zonas desfavorecidas, bem como 50% do valor dos pagamentos directos.

Comente este artigo
Anterior AGAVI discute o “Douro Verde” no So Food So Good na Exponor
Próximo Aconselhamento Agrícola e florestal articula melhorias e novas oportunidades

Artigos relacionados

Sugeridas

Bruxelas devolve 435 milhões de euros aos agricultores da UE

Desde a reforma da PAC em 2013, é deduzida uma quantia, uma vez por ano, de pagamentos diretos aos agricultores, a fim de criar uma reserva para crises no setor agrícola, diz a Comissão. Portugal vai receber 6.735.448 euros.

Bruxelas redistribui 435 milhões de euros de ajudas e Portugal recebe 6,7 milhões de euros desta redistribuição. […]

Internacional

Las CCAA dejan claro que no quieren derechos históricos en la PAC y sí más ayudas al agricultor profesional

[Fonte: Agroinformacion – PAC]
La mayoría de las comunidades autónomas han abogado por primar la figura del agricultor profesional y eliminar los derechos históricos a la hora de recibir ayudas en el marco de la negociación con el Gobierno para consensuar una posición sobre la reforma de la Política Agraria Común (PAC). […]

Nacional

Incêndios. Portugal é o país que mais arde na zona do Mediterrâneo

[Fonte: Expresso]

Portugal é o país que mais arde na zona do Mediterrâneo, tendo na última década quase o dobro dos incêndios e a maior área ardida entre seis países desta região, revela um relatório da WWF esta quarta-feira apresentado.
O relatório “O Mediterrâneo arde”, […]