Mercado de Gado da Leicar. Ministra da Agricultura: “Cabe à Protecção Civil a adopção de medidas para o cumprimento do estado de emergência”

Mercado de Gado da Leicar. Ministra da Agricultura: “Cabe à Protecção Civil a adopção de medidas para o cumprimento do estado de emergência”

O Mercado de Gado, da Leicar esteve marcado para amanhã, 30 de Março, em Rates, Póvoa de Varzim. Mas foi proibido. O Gabinete da Ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, explica que “o caso em questão identifica uma situação relativa ao funcionamento de um mercado de animais vivos, que habitualmente se realiza semanalmente. Compete aos promotores de mercados e feiras garantir o cumprimento das regras gerais de segurança e higiene capazes de salvaguardar a saúde de cada frequentador daqueles espaços”.

Assim e “visando a garantia da segurança de todas e de todos, cabe à autoridade de protecção civil competente a adopção das acções e medidas respeitantes ao cumprimento do estado de emergência para garantia da segurança de todas e de todos”, realça o Gabinete de Maria do Céu Albuquerque.

Estado de emergência

Em comunicado, o Ministério da Agricultura explica ainda que “o estado de emergência decretado, no seguimento da situação epidemiológica associada à pandemia Covid-19, levou à adopção de medidas excepcionais e temporárias de resposta a esta situação. Neste âmbito, é reconhecida a importância e a imprescindibilidade do funcionamento, em condições de normalidade, da cadeia de produção alimentar para a manutenção do regular funcionamento da sociedade. A definição das medidas e dos actos necessários para este efeito compete à área governativa da Agricultura”.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Mercado de gado de Rates retoma na segunda-feira, mas autarquia está contra
Próximo Indústria agro-alimentar com quebras de 50% nas exportações

Artigos relacionados

Últimas

Município de Oleiros financia combate biológico à vespa das galhas do Castanheiro


O Serviço Municipal de Proteção Civil/Gabinete Técnico Florestal do Município de Oleiros, em conjunto com os técnicos da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro – […]

Últimas

DRAP Algarve junta-se ao “O Prato Certo” para potenciar rede de produtores locais

A Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve (DRAP Algarve) juntou-se à iniciativa “O Prato Certo” da responsabilidade da Associação In Loco, […]

Comunicados

CAP esclarece que pagamentos aos agricultores são apenas uma antecipação da PAC

A propósito das notícias hoje divulgadas acerca dos pagamentos aos agricultores a efetuar por parte do governo a partir da próxima segunda-feira, a CAP vem esclarecer que se tratam de verbas anuais no âmbito da Política Agrícola Comum.