Mais de 500 milhões de abelhas mortas em três meses

Mais de 500 milhões de abelhas mortas em três meses

[Fonte: Rádio Renascença]

Mais de 500 milhões de abelhas morreram no Brasil num espaço de três meses. Investigadores dizem que o uso de pesticidas é a principal causa, avisando que os químicos podem vir a afetar mais do que as abelhas, avança a Bloomberg.

O alerta foi dado por apicultores em quatro estados brasileiros. Só no Rio Grande do Sul foram encontradas 400 milhões de abelhas mortas. Em Santa Catarina, foram 50 milhões, 45 milhões no Mato Grosso do Sul e sete milhões em São Paulo.

A maioria apresentava vestígios de Fipronil, um pesticida proibido na União Europeia e classificado como uma substância possivelmente cancerígena pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos.

Cerca de 75% das colheitas a nível mundial dependem da polinização das abelhas, alerta a Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas (FAO).

Esta situação chamou atenção para o uso intensivo de pesticidas na agricultura brasileira e para a possibilidade de os químicos chegarem à distribuição de comida humana, numa altura em que o governo de Bolsonaro considera alargar as permissões para o uso destes produtos químicos.

Desde a eleição de Jair Bolsonaro, o Brasil permitiu a venda de 290 pesticidas. Um número recorde que significa um aumento de 27% relativamente ao mesmo período de 2018.

Entre 1990 e 2016, houve um crescimento de 770% no uso de pesticidas no Brasil, relata a FAO.

Segundo o mais recente relatório de segurança alimentar da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), vinculada ao Ministério da Saúde brasileiro, 20% das amostras continham vestígios de pesticidas acima dos níveis permitidos ou continham pesticidas não autorizados.

Comente este artigo

O artigo Mais de 500 milhões de abelhas mortas em três meses foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Anterior Açaí: o fruto que está na moda e que tem muitos benefícios para a saúde
Próximo Incêndio na Grande Canária começa a perder força

Artigos relacionados

Sugeridas

Presença no SIAL Paris é “um investimento” e “uma janela de oportunidade” para as empresas do agroalimentar – Suplemento Agrovida

A feira SIAL PARIS 2018, que tem lugar em Paris no Parque de Exposições de Villepinte de 21 a 25 de outubro, vai acolher 72 empresas portuguesas sob a mesma marca-chapéu – 60 empresas pela PortugalFoods e 12 pelo Inovcluster.
Evento bienal, o SIAL Paris contou em 2016 com cerca de 7.000 expositores de 105 países e registou mais de 160 mil visitantes profissionais de 194 países. […]

Nacional

Três feridos no combate a fogo florestal em Paredes

[Fonte: Rádio Renascença]

Três pessoas pessoas sofreram esta sexta-feira ferimentos ligeiros nas operações de combate a um incêndio florestal na zona de Gandra, concelho de Paredes, disse fonte da proteção civil distrital, que afirmou desconhecer as circunstâncias da ocorrência.
Os feridos pertencem à […]

Últimas

Feira tecnológica para Frutas e Hortícolas de 15 a 17 de novembro no Cnema em Santarém

A Tecfresh’18 – Feira Tecnológica para Frutas e Hortícolas, que terá lugar no Cnema – Centro Nacional de Exposições, em Santarém, de 15 a 17 de novembro, vai ser palco da entrega de prémios dos Concursos Nacionais que estão a decorrer no Cnmea este mês, como o 7.º […]