MAFDR: Carne de vaca com origem na polónia retirada do mercado

MAFDR: Carne de vaca com origem na polónia retirada do mercado

[Fonte: MAFDR]

A Rede de Alerta Rápido, que integra o sistema de Segurança Alimentar da União Europeia (RASFF – Food and Feed Safety Alerts | Food Safety), emitiu um alerta dando nota da deteção de um lote de carne de vaca sem condições para entrar na cadeia de consumo, com origem na Polónia, tendo como destino um operador retalhista em Portugal.

As autoridades nacionais desencadearam de imediato todas as diligências, tendo apreendido a totalidade do lote de carne (99 Kg), que foi encaminhado para destruição.

A Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) apresentou já o relatório da situação às autoridades europeias.

Lisboa, 31 de janeiro de 2019

Comente este artigo
Anterior Governo aprovou integração de 345 trabalhadores precários dos fundos europeus
Próximo Presidente da CAP critica falta de interesse dos políticos pela agricultura

Artigos relacionados

Nacional

Colóquio- Sistema de fotovoltaico para autoconsumo- Análise de um caso prático

No dia 23 de Fevereiro de 2017, realizou-se em Ferreira do Alentejo, no Lagar da Herdade do Marmelo (propriedade do Grupo Sovena), o Colóquio “Sistemas de Fotovoltaico para Autoconsumo – Análise de um caso prático. Esta sessão, foi dedicada a um tema bastante actual e para o sector como é a Sustentabilidade Energética na Agricultura de Regadio. […]

Sugeridas

Prémios “Mais Alqueva, Mais Valor” – Candidaturas abertas até 15 fevereiro

[Fonte: Mais Alqueva, Mais Valor]
+ PRODUÇÃO | + TRANSFORMAÇÃO | + INOVAÇÃO | + UTILIZAÇÃO | + VALOR
Estão abertas as candidaturas aos Prémios “Mais Alqueva, Mais Valor”, uma iniciativa integrada no projeto A.L.A. – Agendas Locais da Água no Alentejo, financiado pelo Fundo Ambiental e desenvolvido em consórcio liderado pela EDIA, […]

Comunicados

Textos legislativos de la Comisión sobre la política agraria post 2020 : una Política no común y sin rumbo

La Comisión Europea se niega a orientar la agricultura hacia modelos agrícolas sostenibles, para el medio ambiente, la economía, que pague un salario decente a todos los agricultores y responda las expectativas de la sociedad. […]