Live-stream: Ciclo de conferências FORA DA CASCA: “Oportunidades para os frutos secos” – parte 1

A Revista Vida Rural está a organizar o ciclo de conferências online “FORA DA CASCA” com o objetivo de continuar a partilhar ideias e práticas que inspiram e fazem a diferença. No 4 de junho, pelas 14h30, será realizada a segunda sessão, a ser transmitida online, com o tema “Oportunidades para os frutos secos”.

O ciclo de conferências visa voltar a debater os temas na agenda dos agricultores Mercado, culturas de valor acrescentado, produtividade e eficiência.

Programa

  • 14h30 Boas-vindas
  • 14h35 APRESENTAÇÃO
    QUAIS OS FRUTOS SECOS COM MAIOR POTENCIAL DE PRODUÇÃO VS MERCADO?
    Carlos Silva, Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos
  • 15h00 ENTREVISTA
    PISTÁCIO: UMA ALTERNATIVA PARA RENTABILIZAR SOLOS POBRES?
    Gustavo Caetano, Consultor
  • 15h30 P&R
  • 16h00 Pausa
  • 16h20 MESA-REDONDA
  • À PROCURA DE OPORTUNIDADES
    João Braga, Casa do Carvalhal
    Helena Manuel, Herdade dos Lagos
    João Freire de Andrade, Quinta da Lagoalva de Baixo
    Inês Vinagre, Agromais
    Moderação: Isabel Martins, Revista VIDA RURAL
  • 17H20 P&R e Encerramento
Comente este artigo
Anterior Estudo avalia eficácia do uso controlado de antibióticos nas terapias em vacas secas
Próximo Município de Torres Vedras promove a realização de ações de fogo controlado

Artigos relacionados

Últimas

Tenho uma horta em casa – João Laborinho Lúcio

“Estes dias de confinamento dão azo à expansão da nossa criatividade e à tomada de decisões que, de outra forma, não tomaríamos. Falo de decisões […]

Últimas

Sistemas Galileo: webinar debate casos de sucesso na agricultura de precisão – 29 de outubro

O Centro de Informação Galileo no Chile está a dinamizar um ciclo de webinars gratuitos dedicados à promoção de oportunidades de negócio para empresas de diferentes indústrias interessadas em […]

Últimas

Portugal pode receber 465 milhões de euros com reforço proposto para Fundo de Transição da UE

O principal beneficiário do Fundo de Transição Justa será a Polónia, com uma verba de 8 mil milhões de euros, seguida da Alemanha, com 5,1 mil […]