Lançado o primeiro Guia Ibérico sobre Espécies Exóticas Invasoras Aquáticas

Lançado o primeiro Guia Ibérico sobre Espécies Exóticas Invasoras Aquáticas

Foi hoje, dia 18 de novembro, lançado online o “Guia das Espécies Exóticas e Invasoras dos Rios, Lagos e Estuários da Península Ibérica” em português, espanhol e inglês. Um trabalho essencial resultante do projeto internacional LIFE INVASAQUA que conta com a participação de investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) da Universidade de Évora (UÉ).

Este livro envolveu 42 cientistas Portugueses e Espanhóis e contém fichas dedicadas a 100 espécies dos diferentes grupos taxonómicos, com fotos, mapas de distribuição na Península Ibérica e descrição das caraterísticas de cada organismo. A versão atual é gratuita para download em qualquer das três línguas e será posteriormente lançada em versão impressa após a normalização da situação de pandemia.

De forma simples e didática, define-se o conceito de Espécie Exótica Invasora (EEI) e explica-se como estas se dispersam, quais os seus impactos e o que podemos fazer para evitar ou minimizar o problema. A introdução de EEIs é a principal causa de extinção de espécies nativas, provocando danos económicos que excedem os 12 mil milhões de euros por ano no contexto da União Europeia. Algumas destas espécies são também responsáveis por problemas de saúde pública.

A elaboração deste guia contou ainda com a Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA) e a Sociedade Ibérica de Ictiologia (SIBIC). O projeto LIFE INVASAQUA tem como principal objetivo a sensibilização da sociedade e dos decisores políticos para a prevenção e o alerta precoce da ocorrência de EEIs. Este projeto colaborou na implementação de uma aplicação europeia para telemóvel dedicada às EEIs, elaborou um inquérito a nível ibérico sobre a perceção pública acerca destas espécies, e lançou recentemente a campanha Veja-Lave-Seque para prevenir a sua dispersão em meio aquático.

Versão do guia em português aqui

Comente este artigo
Anterior Ficor 2021 “Feira Internacional da Cortiça”. Coruche vai ser Capital Internacional do Cavalo Luso-Árabe
Próximo Serramel está entre os vencedores de 2020 Great Taste

Artigos relacionados

Dossiers

Oferta de emprego – Técnico apícola – Região de Lisboa e Vale do Tejo

Cooperativa de Apicultores pretende contratar técnico apícola para integrar a sua equipa de trabalho na área da apicultura. […]

Últimas

Procura pela de fibra de coco a crescer também para produção de mirtilo em hidroponia

“Talvez a tendência agora seja exclusivamente a fibra de coco (hidroponia), porque permite um maior controlo da planta”.
O Grupo Projar é composto por várias empresas e a sua atividade passa pelo fabrico de substratos, […]

Blogs

ADACB e Município do Fundão assinam protocolo para melhoria do aconselhamento agrícola e florestal na região

A Associação Distrital dos Agricultores de Castelo Branco (ADACB) concretizou, no dia 18 de Junho, um protocolo de colaboração com o Município […]