Kaffa apresenta nova imagem e reforça capacidade produtiva em Portugal

Kaffa apresenta nova imagem e reforça capacidade produtiva em Portugal

A KAFFA, marca portuguesa de café encapsulado, inicia o segundo semestre de 2017 com uma nova imagem. Mais moderna e emotiva, a nova imagem KAFFA aproxima-se do consumidor ao assumir claramente a sua Portugalidade.

A nova imagem, já visível em todas as embalagens e na renovada loja online, integra alguns dos mais tradicionais e emblemáticos ícones portugueses, reforçando o posicionamento e confirmando a assinatura da marca: “A cápsula de café portuguesa”.

Tratando-se de uma evolução, que pretende manter alguns dos elementos da identidade visual anterior (nomeadamente a identificação cromática de blends e a rede colorida visível no topo das cápsulas e nas embalagens) a nova imagem assume agora o preto como cor comum a todos os lotes de café do sistema KAFFA.

Também o naming do produto sofreu uma evolução e, atualmente, cada blend assume uma dupla denominação: à designação que já é familiar para o consumidor junta-se agora um novo nome, mais português e mais emotivo:  Andorinha (Decaf), Coração (Bio), Azulejo (Kampala), Namorados (Goa), Cravo (Manaus) e Fado (Bogotá).

“Tornar a marca mais emotiva e aproximá-la do consumidor é o objetivo da modernização da imagem que efetuámos” afirma Pedro Henriques, Diretor Comercial da KAFFA, acrescentando “A KAFFA é uma empresa 100% portuguesa com um vasto know-how e tradição.  É preciso que o público saiba e reconheça estes valores e facilmente identifique a Portugalidade que desde sempre esteve associada a esta empresa.  Somos especialistas na produção de café encapsulado, estamos no mercado desde 1960, privilegiamos sempre os parceiros nacionais e empregamos, apenas em Portugal, 75 pessoas.  Somos um projeto de relevância em Portugal e temos muito orgulho em sermos portugueses.  Queremos, claramente, demonstrá-lo e reafirmar a nossa Portugalidade”

Disponível na loja online e em todo o mercado de retalho nacional, a nova imagem KAFFA chega ao mercado em embalagens de 20 cápsulas, com um preço de venda ao público recomendado de 0,32€/cápsula.

Reforço da capacidade produtiva para acolher novos clientes

Durante o primeiro semestre de 2017 a KAFFA viu a sua carteira de clientes aumentar em 10%.  Antecipando a chegada dos novos projetos, de origem nacional e internacional, a empresa reforçou a sua capacidade produtiva tendo investido na aquisição de mais uma linha de encapsulamento.

Com a integração da nova linha de encapsulamento, a fábrica da KAFFA em Trajouce atinge as 10 linhas de produção aumentando em 10% a sua capacidade produtiva que, atualmente, pode atingir as 400 milhões de cápsulas por ano.

 “A capacidade produtiva da KAFFA sempre esteve acima das nossas necessidades para podermos responder a desafios imediatos. Com a entrada de novos clientes, temos de atualizar o parque de máquinas de forma a conseguirmos manter a mesma flexibilidade de resposta a desafios inesperados.  A aquisição da nova linha de produção vem exatamente confirmar o que sempre defendemos: capacidade produtiva acima das necessidades para estarmos preparados para responder às exigências e necessidades do mercado” afirma Óscar Galvão, Presidente da Galvão & Noronha (empresa proprietária da marca KAFFA).  “A nossa performance tem demonstrado que este é o caminho certo e é, de facto, o caminho que queremos seguir” conclui.

A KAFFA Cafés

A KAFFA Cafés, líder na produção de cápsulas de café compatíveis, é um dos mais importantes players do mercado europeu e nacional. Totalmente dedicada à produção de cápsulas de café, detém uma unidade fabril em Portugal (Trajouce), com uma área bruta de 7.200 m2 e 10 linhas de encapsulamento, com uma capacidade de produção de mais de 400 milhões de cápsulas.

Com uma equipa de 75 colaboradores a KAFFA produz atualmente na fábrica de Trajouce 8 tipos de cápsulas (7 tipos de cápsulas compatíveis com diferentes sistemas de funcionamento de máquinas de café e café encapsulado para o sistema fechado e exclusivo KAFFA).

Com clientes em 8 países, a KAFFA Cafés reforçou em 2014 a sua presença internacional com a abertura de uma unidade fabril no Brasil (Ribeirão Preto).

Sobre a KAFFA

Criada em 1960, a KAFFA é um dos mais importantes players no mercado de fabrico de cápsulas de café, na Europa e em Portugal. De origem portuguesa, a KAFFA detém duas unidades fabris: uma em Portugal (Trajouce), onde produz, de forma completamente automatizada, cápsulas de café compatíveis com máquinas de diversas marcas e cápsulas exclusivas para a sua marca Kaffa (máquinas e cafés Kaffa). A segunda unidade fabril KAFFA foi inaugurada em 2014 no Brasil (Ribeirão Preto).

Em 2016 a faturação da empresa ascendeu a 13 milhões de euros com vendas de 115 milhões de cápsulas. Com clientes em mais de 8 países, a KAFFA conta com 90 colaboradores (75 em Portugal e 15 no Brasil).

A KAFFA é o único player nacional com 6 distinções de qualidade e segurança alimentar.

 

 

 

 

Comente este artigo
Anterior AEA promoveu workshop “Segurança Alimentar - Rotulagem” Sessão de Esclarecimento - ASAE
Próximo MEPs urge Commission not to authorise herbicide-resistant soyabean imports

Artigos relacionados

Comunicados

Associação Agrícola de São Miguel promove 13.º Curso de Preparadores de Animais

A Associação Agrícola de São Miguel através da Cooperativa
União Agrícola, CRL está a promover entre 15 e 19 de abril de 2019, no Parque
de Leilões, em Santana, a 13º edição do Curso de Preparadores de Animais para
Concursos Pecuários e que este ano conta com um número record de mais de
sessenta inscritos. […]

Comunicados

Colheitas há que até prometem mas Preços à Produção é que não há!

Decorrem as Colheitas, com destaque para as Vindimas. Outras Produções já estão recolhidas como várias Frutas e Cereais e vem aí a ceifa do Arroz e a apanha da Azeitona.
Apesar da Seca – que se mantém a níveis muito preocupantes para o presente e para o futuro – essas colheitas apresentam quantidades e, […]

Comunicados

Cientistas alertam para falta de regulamentação na utilização de abelhões polinizadores nas estufas

Lisboa, 20 de novembro 2018
Um novo estudo científico recomenda aos agricultores em Portugal um maior cuidado na eliminação das caixas de colmeias comerciais utilizadas para polinização em estufas agrícolas. Esta recomendação surge após terem sido detetados na natureza abelhões que escaparam de colmeias comerciais – correspondentes a uma subespécie exótica em Portugal – e híbridos resultantes do cruzamento com a subespécie nativa do nosso país, […]