Jornada técnica sobre polinização e controlo biológico em fruticultura

Jornada técnica sobre polinização e controlo biológico em fruticultura

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

A Estação Nacional de Fruticultura Vieira Natividade, em Alcobaça, acolhe, na tarde de 23 de Janeiro, a “Jornada Técnica – Polinização e Controlo Biológico em Fruticultura”. Esta iniciativa é uma organização conjunta do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (Iniav) e das empresas Raul Patrocínio Duarte e Agrobío.

Durante o evento, serão realizadas várias apresentações e debates, como se pode comprovar no programa disponibilizado aqui. A entrada nesta jornada técnica é livre, mediante inscrição até 21 de Janeiro.

Comente este artigo

O artigo Jornada técnica sobre polinização e controlo biológico em fruticultura foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores

Anterior Candidaturas abertas aos prémios “Mais Alqueva, Mais Valor”
Próximo La C. Valenciana y Cataluña defenderán una “visión mediterránea” ante la reforma de la PAC

Artigos relacionados

Nacional

Produção de banana na Madeira regista quebra de 5 mil toneladas em 2018

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

A produção de banana na Madeira não deverá ultrapassar as 17 mil toneladas este ano, o que representa um decréscimo de cinco mil toneladas face a 2017, indicou o Governo Regional, explicando que a quebra resulta de factores meteorológicos. […]

Nacional

EDP faz ultimato sobre Fridão: ou pagam ou a barragem avança

[Fonte: Público]

Empresa liderada por António Mexia contraria ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes e fala em “situação de impasse” criada pelo Governo.

A barragem de Fridão é, oficialmente, uma nova batalha de muitos milhões de euros travada entre o Estado e a EDP. […]

Nacional

Conferência ‘re-nascer depois das cinzas’ – 21 Outubro 2017 – Pedrogão Grande

O dia 17 de junho ficou marcado pelo incêndio mais violento que Portugal já conheceu. O incêndio de Pedrógão Grande causou 64 mortos, 254 feridos (dos quais, sete graves) para além de habitações, bens, propriedades e empresas devastadas.
Face à tragédia, três amigos com raízes na região e em conjunto com Henrique Niessen da incubadora ‘A Ponte’, […]