1º Congresso Ibérico do Milho – 13 e 14 de Fevereiro – Lisboa

1º Congresso Ibérico do Milho – 13 e 14 de Fevereiro – Lisboa

1º Congresso Ibérico do Milho reúne 600 agricultores e técnicos agrícolas em Lisboa

O milho é uma das principais culturas arvenses semeadas na Península Ibérica, ocupando uma área que ronda os 600 mil hectares.

Os inúmeros desafios que se colocam aos produtores ibéricos tornam a partilha de estratégias uma prioridade que importa abraçar em prol da competitividade da agricultura dos nossos dois países.

Ciente desta realidade, a Anpromis (Associação dos Produtores de Milho e Sorgo de Portugal) e a Agpme (Associação Geral dos Produtores de Milho de Espanha) vão organizar nos próximos dias 13 e 14 de Fevereiro de 2019, no Altis Grand Hotel, em Lisboa, o 1º Congresso Ibérico do Milho 2019, num claro sinal de unidade e concertação de posições entre Portugal e Espanha.

Durante esta iniciativa, serão abordados por reconhecidos especialistas, alguns dos principais temas que mais afectam a produção de milho nos nossos dois países, como são:

  • A importância da agricultura na coesão do território
  • Milho e desenvolvimento na Península Ibérica, uma perspectiva histórica
  • Inovação: que desafios para as próximas décadas?
  • A competitividade da produção de milho nos países do sul da Europa
  • Alterações climáticas: como nos adaptarmos a esta nova realidade?
  • Que política agrícola comum pós 2020?

Entre os oradores convidados podemos destacar, entre muitos outros, as presenças de Marta Betanzos Roig (Embaixadora de Espanha em Lisboa), Cristina Lobillo Borrero (Chefe de Gabinete do Comissário Europeu para a Acção Climática e Energia), Jorge Coelho (ex-Ministro do Equipamento Social e membro do “Movimento pelo Interior”), João Ferreira do Amaral (Professor do Iseg-Ul), Elvira Fortunato (Vice-Reitora da Universidade NOVA de Lisboa), Jennifer Clever (Adida para Assuntos Agrícolas para Espanha e Portugal, Usda), João Pacheco (Think-Tank Farm Europe), Eduardo Oliveira e Sousa (Presidente da Cap), Pedro Barato (Presidente de Asaja, Espanha), Fernando Miranda (Secretário-Geral do Mapa) e Luís Capoulas Santos (Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural).

Tendo em conta a grande expectativa criada em torno deste evento, que contará com a presença de cerca de 600 agricultores e técnicos agrícolas de ambos países, a recepção das inscrições está limitada à exiguidade da sala e dos hotéis (data limite para inscrição: 25/01/2019).

 

→Consulte mais informações aqui ANPROMIS←

→Consulte o programa do 1º Congresso Ibérico do Milho 2019 aqui←

 

Congresso Ibérico do Milho

Comente este artigo
Anterior El mercado de las frutas se mantiene estable
Próximo Top 5 das ofertas de emprego mais lidas em 2018 no Agroportal

Artigos relacionados

Últimas

Agricultores pedem investimento em regadio a Sul da Gardunha

[Fonte: Vida Rural]

A Associação Distrital de Agricultores de Castelo Branco (ADACB) defendeu na passada semana que é preciso adaptar o regadio da Cova da Beira à realidade da região, investindo no regadio a Sul da Gardunha. De acordo com o Jornal do Fundão, […]

Nacional

Ataque ao olival é infundado e puramente ideológico. Eis porquê – Pedro Lopes

[Fonte: Público]
Se o Alqueva multiplicou por dez a riqueza da região do Alentejo, o olival e a produção de azeite não podem ser dissociados deste contributo.

Não há outra forma de o dizer. Os recentes ataques contra a agricultura moderna e, […]

Últimas

Incêndios: CNA diz que agricultura ficou mais fragilizada e floresta com mais riscos

Fonte: [Diário de Notícias]
A Confederação Nacional de Agricultura (CNA) alertou hoje que a agricultura ficou ainda mais fragilizada e a floresta comporta mais riscos nos territórios afetados pelos grandes fogos de outubro de 2017.
“Na parte agrícola, o drama persiste”, afirma o membro da direção do CNA João Dinis, […]