Já são conhecidos os vencedores da 6.ª edição do Prémio Intermarché Produção Nacional

Já são conhecidos os vencedores da 6.ª edição do Prémio Intermarché Produção Nacional

Foram esta semana conhecidos os vencedores da 6.ª do Prémio Intermarché Produção Nacional (PIPN), numa cerimónia que decorreu na Câmara do Comércio e Indústria Portuguesa.

Na edição deste ano, as empresas cujos projetos obtiveram a melhor avaliação do júri combinando as vertentes de inovação, sustentabilidade e respeito pelas origens foram: José Azóia (Grão de Bico – Casal do Vouga) e Joaquim Farófia (Mel de Rosmaninho – Margens do Alqueva) na categoria Produção Primária; Miguel Guisado (Aguardente de Perada de Pêra Rocha) e Bézé (Queijo de Cabra), em Produtos Transformados; Arvólea (Azeite Biológico), em Inovação em Embalagem e Engenho dos Paladares (Queijos Paladares Paroquiais) em Ideias com Potencial. Pela qualidade dos projetos apresentados o Júri decidiu ainda atribuir duas Menções Honrosas aos que, não tendo sido premiados, se destacaram pela sua qualidade e potencial: a Horticilha com o Goomato e a Qêpêtê com a Quinoa Portuguesa em Grão. A primeira Menção Honrosa na categoria Inovação Embalagem e a segunda em Produção Primária

O escoamento dos produtos dos projetos vencedores será assegurado na rede nacional de lojas do Intermarché.

Martinho Lopes, Administrador do Intermarché, sublinha que “é um orgulho para nós que esta seja já a 6ª edição deste Prémio, o que reflete a importância crescente deste setor, que podemos afirmar estar cada vez mais profissionalizado e de boa saúde. Quero salientar o número e a qualidade das candidaturas, o que revela que o Prémio Intermarché Produção Nacional é encarado por muitos produtores como uma grande oportunidade para ver o seu negócio reconhecido pelo setor e conhecido pelo consumidor, objetivos fáceis de alcançar com a visibilidade que o Prémio oferece e com a entrada no circuito da grande distribuição. Um salto de gigante proporcionado pelo Intermarché”.

Os vencedores foram:

  • Produção Primária: José Azóia (Grão de Bico – Casal do Vouga)
  • Produção Primária: Joaquim Farófia (Mel de Rosmaninho – Margens do Alqueva)
  • Produtos Transformados: Miguel Guisado (Aguardente de Perada de Pêra Rocha)
  • Produtos Transformados: Bézé (Queijo de Cabra)
  • Inovação Embalagem: Arvólea (Azeite Biológico)
  • Ideias com Potencial: Embalagem e Engenho dos Paladares (Queijos Paladares Paroquiais)
  • As menções honrosas foram:
  • Inovação Embalagem – Horticilha (Goomato)
  • Produção Primária – Qêpêtê (Quinoa Portuguesa em Grão)

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior Filipinas abatem cerca de três mil porcos para conter surto de peste suína africana
Próximo Legislativas: Iniciativa Liberal quer Estado a pagar limpeza das florestas dos pequenos produtores e menos apoios da PAC

Artigos relacionados

Nacional

Covid-19: Ministério da Agricultura lança programa para apoiar produtos locais

O Ministério da Agricultura começou a apoiar os agricultores a escoarem os seus produtos nos mercados locais e lançou uma campanha destinada a […]

Nacional

O ferro: novos desafios para uma produção agrícola sustentável

Apesar do ferro (Fe) ser o quarto elemento mais abundante (5.1%) na litosfera, a deficiência de Fe é um dos problemas mais antigos e difíceis de controlar em plantas cultivadas em solos de origem calcária. […]

Nacional

Ministério da Agricultura paga 73 milhões de euros a agricultores

O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural levou a cabo esta sexta-feira o pagamento de 73 milhões de euros aos agricultores, […]