Itália | Governo quer aprovar OGM e NTG mas grupos ambientalistas não deixam

Itália | Governo quer aprovar OGM e NTG mas grupos ambientalistas não deixam

Créditos da imagem: Virgil Cayasa / Unsplash

O governo italiano pretendia aprovar quatro projetos de lei para a autorização de tecnologias como os OGM-Organismos Geneticamente Modificados e as NTG-Novas Técnicas Genómicas, mas grupos ambientalistas impediram a aprovação.

Com os quatro projetos de lei, o governo de Giuseppe Conte tencionava autorizar as tecnologias usadas para produzir OGM e de outras Novas Técnicas Genómicas (NTG ou Novas Técnicas de Melhoramento) no país. Mas, mais uma vez, e como tem sido comum na maioria dos países da União Europeia, as organizações ambientalistas descartam as evidências científicas e usam argumentos infundados para travar a inovação e a biotecnologia.

A intenção do governo italiano gerou nesses grupos uma onda de protestos e uma campanha de tal maneira feroz que acabaram por impedir a aprovação da versão original dos decretos pró-OGM / NTG, cujas partes relativas a Organismos Geneticamente Modificados e a Novas Técnicas Genómicas foram inteiramente anuladas.  

O artigo foi publicado originalmente em CiB - Centro de Informação de Biotecnologia.

Comente este artigo
Anterior Europa precisa de legislação para defender solos
Próximo In Loco procura parceiros e participantes para fornecer produtos locais em cantinas

Artigos relacionados

Eventos

2º. Balanço de Campanha dos Citrinos – 3 de novembro – Loulé

Vai ter lugar já no próximo dia 3 de novembro, no Auditório Nera em Loulé, o 2º Balanço de campanha dos citrinos […]

Blogs

Os três pilares da sustentabilidade

Quando ouvimos falar em sustentabilidade, a tendência é para pensarmos em proteção dos recursos naturais, harmonia ecológica e redução do impacto ambiental. […]

Sugeridas

Livestock population in numbers

The EU has a substantial livestock population: there were 143 million pigs, 77 million bovine animals, 62 million sheep* and 12 million goats* in December 2019. […]