Europa precisa de legislação para defender solos

Europa precisa de legislação para defender solos

Uma lei europeia para defender solos é urgente, defendeu a geógrafa Teresa Pinto-Correia, no podcast Ciência com Impacto, do Diário de Notícias. A geógrafa afirma que os solos estão a degradar-se diariamente devido a práticas incorretas, com consequências na produção de alimentos.

“Muitos dos solos na Europa estão degradados ou estão em condições que se deterioram todos os dias e a atenção de quem utiliza o solo e mesmo da sociedade em geral sobre o solo é muito baixa. Ninguém sabe qual é o solo em que vive ou o solo em que se produz os alimentos que consome”, revela Teresa Pinto Correia, vice-presidente do Conselho de Missão Europeu sobre a Saúde dos Solos e dos Alimentos, em entrevista ao DN.

O grupo de trabalho sobre a saúde dos solos e dos Alimentos defende uma mudança profunda no uso da terra e dos sistemas alimentares na Europa, afirma a vice-presidente desse Conselho de Missão Europeu.

A investigadora, diretora do MED – Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento, defende que é necessário travar o uso de solos férteis nas expansões urbanas e parar com a degradação dos solos, causadas pela contaminação industrial e pelas más práticas agrícolas.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior Corticeira Amorim revela tecnologias inovadoras para erradicar o TCA detetável
Próximo Itália | Governo quer aprovar OGM e NTG mas grupos ambientalistas não deixam

Artigos relacionados

Sugeridas

Cientistas alertam para papel de algas marinhas na redução de emissões de metano

Vai ser lançado na sexta-feira livro que explora a utilização de algas na redução das emissões de metano, através da sua aplicação na alimentação de animais. […]

Últimas

No Algarve, as alfarrobeiras dão fruto em Dezembro como se fosse Verão

Nos centros de experimentação agrária algarvios, as plantas já reagem ao clima em mudança. Nesta direcção regional de Agricultura está a maior […]

Últimas

Arroz: Corteva Agriscience recebe a aprovação da UE para herbicida Rinskor Active

A Corteva Agriscience, empresa líder no sector agrícola ao nível da tecnologia de sementes, protecção de culturas e agricultura digital, informa que recebeu a aprovação da União Europeia para o seu ingrediente activo Rinskor Active (florpirauxifen-benzilo), […]