Inovação e tecnologia na produção de alimentos – António Lopes Dias

Inovação e tecnologia na produção de alimentos – António Lopes Dias

Este é o tema dos Simpósios Anipla 2017, com o primeiro já realizado, no dia 23 de Março, no Porto, e o próximo realizar no dia 30 de Março (Lisboa, Hotel Sana Metropolitan).

Com este tema fazemos jus à nossa assinatura: “para quem pensa a agricultura”. Procuramos nestes dois eventos lançar uma abordagem abrangente da missão da actividade agrícola, das suas contingências e das suas necessidades.

A importância económica do sector, que se revela cada vez mais visível e assertiva, consolida um profissionalismo crescente dos operadores económicos. Mas também alarga a responsabilidade, quer na forma sustentável como é exercida a actividade, quer no aspecto social, factor de extrema relevância no mundo rural.

A sustentabilidade, que passa por uma maior capacitação dos intervenientes, através da intensificação da formação e da sensibilização sobre as medidas a tomar para mitigar os riscos associados à própria actividade. Mas não só. Integra ainda a preservação dos recursos naturais, que são parceiros de inestimável utilidade, principalmente se formos capazes de os utilizar e potenciar, com a contribuição da investigação, da ciência e das tecnologias que formos sendo possibilitados de desenvolver e aperfeiçoar.

Tudo isto com uma única, mas nobre, finalidade. Alimentar, vestir e energizar o mundo disponibilizando produtos agrícolas na quantidade necessária, seguros e de qualidade, com a diversidade exigida e a custos acessíveis.

Decididamente, e como afirmou recentemente o Comissário Europeu Carlos Moedas, a política tem que confiar na ciência e não ter medo de tomar decisões com base nos resultados e conclusões da investigação científica. Diríamos, o poder político tem que aceitar a evidência científica, mesmo quando os factos da ciência não estão em linha com as suas ideologias.

A agricultura não pode sobreviver sem ciência e tecnologia, numa economia global em relação à qual precisamos de nos movimentar de forma muito rápida só para, pelo menos, nos mantermos no mesmo sítio.

António Lopes Dias

Director Executivo da Anipla

 

Comente este artigo
Anterior El cava español logra en terceros países frenar la caída del consumo en el mercado europeo e interior
Próximo Caixa Capital investe 100 mil euros em start-up com plataforma para produtores de bovinos

Artigos relacionados

Noticias Inovação

III MBIA Talk chega a Lisboa a 30 de Novembro

[Fonte: ffl revista]
Home Agenda III MBIA Talk chega a Lisboa a 30 de Novembro

A MBIA – McDonald’s Business Initiative for Agriculture – vai levar a cabo a 3ª edição da MBIA Talk, a realizar-se no dia 30 de Novembro, […]

Nacional

Carne de bovino nacional já pode ser exportada para a Arábia Saudita

[Fonte: Vida Rural]
O Ministério da Agricultura revelou esta quinta-feira (7 de dezembro) que o mercado da Arábia Saudita está agora aberto para a carne de bovino nacional.
Numa nota enviada às redações, o gabinete do ministro da Agricultura revela que “o Reino da Arábia Saudita comunicou esta decisão às autoridades portuguesas na sequência das negociações que tiveram lugar no âmbito da Reunião da Comissão Mista Portugal-Arábia Saudita, […]

Últimas

Lavoura reclama aumento de três cêntimos no preço do leite

[Fonte: Açoriano Oriental]
Destaque de foto vai para a fé e alegria nos preparativos para as Festas do Espírito Santo de Ponta Delgada. Atendimento por médico de família com novas regras, Vítor Fraga
sai do Governo para se dedicar às autárquicas, […]