IFAP: apicultores devem fazer declaração anual de existências até 30 de Setembro

O IFAP — Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas relembra que os apicultores devem proceder à declaração anual de existências de 1 a 30 de Setembro de 2019.

A Declaração Anual de Existências de Apiários é obrigatória e, segundo o Edital publicado pela DGAV – Direcção Geral de Alimentação e Veterinária, a falta de declaração de existências no período indicado constitui contra-ordenação, punível com coima cujo montante mínimo é de 100 euros e máximo de 3.740 euros ou 44.890 euros, consoante o agente seja pessoa singular ou colectiva.

Declaração no IFAP

A declaração anual poderá ser efectuada directamente pelo apicultor na Área Reservada do Portal do IFAP, ou através das entidades reconhecidas nas Salas de Atendimento existentes para o efeito, ou em qualquer departamento dos Serviços de Alimentação e Veterinária Regionais.

Na Área Reservada do IFAP, o formulário para a recolha online pode ser encontrado em O Meu Processo » Animais » Apicultura » Registo da Actividade Apícola (RAA).

Os apicultores deverão fornecer obrigatoriamente as coordenadas geográficas aproximadas dos respectivos apiários.

Para mais informações consulte o Edital (aqui) e o Manual do Utilizador do Registo da Actividade Apícola (aqui).

Regras

É obrigatória a aposição do número de registo do apicultor em local bem visível dos apiários. Sempre que pretendam deslocar os apiários, os detentores devem comunicar previamente à Direcção de Serviços de Alimentação e Veterinária da Região (DSAVR) de destino da futura implantação dos mesmos.

As deslocações dos apiários para zonas controladas devem ser previamente autorizadas pela DSAVR de destino da futura implantação dos mesmos.

Número de colmeias

Por outro lado, sempre que ocorram alterações significativas superiores a 20% do número de colmeias, o apicultor deverá fazer a declaração de alterações à declaração de existências, no prazo máximo de 10 dias úteis após a sua ocorrência.

As declarações de alterações deverão ser efectuadas para alterações superiores ou iguais a 20 colónias do efectivo.

Consulte o Edital da DGAV (aqui) e mais informações no menu “abelhas”, aqui.

Para esclarecimentos adicionais poderá contactar o IFAP através do endereço de correio electrónico [email protected], ou pelos restantes canais de atendimento que tem ao seu dispor: atendimento presencial, na Rua Fernando Curado Ribeiro, n.º 4G, em Lisboa, atendimento electrónico ou pelo Call Center 217 513 999.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Finlândia quer UE a dar exemplo em mundo entre a desflorestação e o degelo
Próximo Homem morreu no incêndio florestal em Vimioso

Artigos relacionados

Últimas

Não eutanasiem…a (centenária) DGAV – Nuno Vieira e Brito

Esta política de bem-estar animal e enquadramento legislativo deveria ser monitorizada através de uma Provedoria do Animal, na dependência orgânica de num ministério ligado à Presidência ou à […]

Nacional

Setor da uva de mesa está em expansão e com ela também as preocupações ambientais

As estatísticas do Gabinete de Planeamento e Políticas mostram que em 2017 Portugal tinha 2178 hectares de uva de mesa que produziram 22 136 toneladas. […]

Dossiers

Syngenta cresce acima do mercado português nos fitofármacos

O mercado nacional de produtos fitofarmacêuticos cresceu 2,6% em 2017, mas a Syngenta superou este resultado, com um crescimento de 10,2%, […]