Governo regulamenta estatuto do jovem empresário rural

Governo regulamenta estatuto do jovem empresário rural

[Fonte: MAFDR] Foi hoje publicada a Portaria que regulamenta a atribuição do título de Jovem Empresário Rural (JER) e que define as zonas rurais para efeitos dessa mesma atribuição. O título pode ser concedido a pessoas singulares, entre os 18 e os 40 anos e a pessoas coletivas, constituídas como micro ou pequenas empresas, que exerçam ou pretendam iniciar uma atividade económica em zona rural.

De acordo com a portaria, o pedido de reconhecimento de JER deve ser dirigido à Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR). O título é válido por três anos, podendo ser renovado se se mantiverem as respetivas condições de atribuição. 

O título de JER permite o acesso a um conjunto de medidas de discriminação positiva e de caráter facilitador. Entre as medidas de discriminação positiva, estão a abertura de concursos e de apoios específicos, majorações na atribuição de apoios e a criação de linhas de crédito e de benefícios fiscais específicos. No âmbito das medidas de carácter facilitador, o JER terá ainda acesso prioritário a iniciativas de redes de estímulo e apoio ao empreendedorismo, a  centros de incubação e aceleração de empresas e a formação profissional específica.

A publicação da portaria surge na sequência do Decreto-lei nº 9/2019 de 18 de janeiro que consagra o estatuto de Jovem Empresário Rural. O Governo pretende, desta forma, promover a instalação e a fixação de jovens empreendedores em zonas rurais, a criação de emprego e a diversificação da base económica regional, contrariando o progressivo despovoamento do mundo rural, o abandono de terras e a ausência de preservação dos recursos naturais e do património cultural e natural.

As zonas rurais onde poderão ser exercidas as atividades económicas constam do anexo da portaria e correspondem às que estão definidas no Programa de Desenvolvimento Rural (PDR2020).

Comente este artigo
Anterior Estatuto de Jovem Empresário Rural está regulamentado
Próximo Porto Santo pode vir a ter uma reserva da biosfera

Artigos relacionados

Últimas

PDR 2020 apoia agricultura biológica com 17,2 milhões

[Fonte: Vida Económica] O
Plano de Ação relativo à Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica,
aprovada pelo atual Governo em junho de 2017, “está em curso”. Será
implementado “até 2022”.

À
“Vida Económica”, o Ministério da Agricultura revela que, no âmbito do PDR
2020, […]

Comunicados

Future CAP : Eastern and Central European Countries in the driving seat

[Fonte: Farm Europe]
Farm Europe was delighted to take part and to contribute to the reflection of the 65th Meeting of the Representatives of Chambers of Agriculture of the Visegrad 4+ group (Czech Republic, Hungary, Poland, Slovakia, Slovenia, and Croatia). […]

Ofertas

Oferta de emprego – Operador/a de Drones – Vidigueira e Alentejo Litoral

Descrição:

Planeamento e acompanhamento de voos para detecção remota com imagem NDVI;Mapeamento, monitorização e foto-interpretação da cultura da vinha.

Responsabilidades:

Para além da responsabilidade nos voos do Drone, irá ainda dar apoio em todos os trabalhos de gestão e acompanhamento da vinha.

Requisitos:

12º Ano de escolaridade (habilitação mínima);Domínio de ferramentas Microsoft office na ótica do utilizador;Carta de Condução de ligeiros;Disponibilidade imediata;Disponibilidade para deslocações;Valoriza-se conhecimentos de operação profissional de Drones Profissionais. […]